Um carnaval padecendo de boas imagens na TV, bons sambas-enredo e diretores respeitáveis

Um carnaval padecendo de boas imagens na TV, bons sambas-enredo e diretores respeitáveis

Por -

charger-carnaval

Além da péssima transmissão pela Rede Tiradentes, o Carnaval amazonense apresentou alguns recuos. O público ainda continua lotando as arquibancadas, mas os dirigentes de escolas reclamaram mais de falta de dinheiro em suas mão para injetar nas escolas do que propriamente proporcionar um grande Carnaval. A maioria dos dirigentes ainda não aprendeu que o desfile das escolas de samba é um concurso e só três escolas vão estar entre as primeiras. Quem perder precisa se submeter ao jogo democrático e saber perder. O fato de uma escola ter sido duas ou três vezes campeã não quer dizer que o será sempre. Escolas de ponta como a Grande Família que no passado apresentaram grande samba-enredo homenageando o INPA, se envolveu com um samba-enredo de mal gosto chamado “Meta a boca”, sem desmerecer a homenagem ao apresentador Waysser Botelho. A grande escola continua a ser a Grande Família do ponto de vista do público, mas os seus diretores precisam ter responsabilidade com a escolha dos temas e com o processo democrático que envolve a disputa. Se ganhar tem que comemorar, mas se perder tem que respeitar os vencedores. Quem assistiu o Carnaval pela televisão, como nós, teve uma péssima impressão desse Carnaval. O BLOGdaFLORESTA não está se prestando a lobbismo para tirar a Rede Tiradentes do próximo Carnaval, mas a emissora tem que mostrar qualidade e ao que veio sob pena de empurrar o nosso Carnaval rumo ao destino a que chegou o nosso futebol: o abismo. Ou mete a boca, ou puxa o saco.

Compartilhe:
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
Marcio Lopes

Deixe uma resposta