Chega em Manicoré barcaças para atender os produtores da zona rural

By -

barcoOntem (21), atracou no porto da cidade de Manicoré uma barcaças para escoar a produção dos produtores rurais deste município do interior do Estado do Amazonas. A embarcação foi incorporada como mais um mecanismo da política pública estadual voltada ao setor primário para escoar, evitar desperdício e melhorar a lucratividade do produtor rural. Com  capacidade de transportar até 80 toneladas de produtos.

Para o prefeito a solução logística para o setor primário celebra um novo modelo de pensar no escoamento da produção graças a sensatez do governo do estado. “É muito difícil para o homem da Zona Rural sair com seu produto de sua comunidade para a sede do município Manicoré. Esta balsa vai melhorar muito a vida do produtor que tinha gastos enormes com logística. Além disso, ela vai dispensar um custo enorme que os produtores tinham com a figura do atravessador”, disse Lúcio Flavio, ao avaliar que o novo modelo de escoamento deve estimular a competitividade no preço final dos produtos.

A balsa que atenderá os agricultores, é também chamadas de Formigão. A barcaça  leva o nome de um agricultor da região do Distrito de Matupi Km 180 já falecido, Nardélio, e fará o trajeto – Manicoré Manaus, passando pelos municípios de, Borba, Apuí, Nova Olinda do Norte e Novo Aripuanã.//(Texto e foto//Altemar Reis)

Mario Dantas