Chefe da PF: “Lava Jato prossegue, doa a quem doer”

By -

POLICIA-FEDERAL-OPERACAO

O diretor-geral da Polícia Federal, Leandro Daiello, afirmou em entrevista ao jornal Estado de S. Paulo neste domingo, 5, que as investigações da Operação Lava Jato irão continuar, “doa a quem doer”. “Nós investigamos fatos, não pessoas. Aonde os fatos vão chegar é consequência da investigação, doa a quem doer”.

Mesmo com a pressão de setores do PT sobre o ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo, acusando a PF de direcionamento político nas investigações, Leandro Daiello disse que a operação irá continuar com “o ministro José Eduardo Cardozo na Justiça ou não”.

“Se o ministro vai ou não ficar é uma questão que afeta o Ministério da Justiça e a Presidência, não a PF. A PF é uma instituição sólida, seguirá sua vida com Cardozo ou sem Cardozo, com Daiello ou sem Daiello. Nós temos uma estrutura que se consolidou nos últimos anos, uma doutrina de polícia, de investigação, e uma cultura de polícia de Estado e de polícia legalista”, afirmou o diretor.

Mario Dantas