CDC-Aleam vai defender moradores do Bem Viver, Eliza Miranda e Verona Premium

By -
“De posse destas reclamações, a Comissão vai realizar uma reunião com os representantes destas construtoras", disse Abdala Fraxe

“De posse destas reclamações, a Comissão vai realizar uma reunião com os representantes destas construtoras”, disse Abdala Fraxe

A Comissão de Defesa do Consumidor da Assembleia Legislativa do Amazonas (Aleam) começa o ano de 2016 com o novo desafio: defender os direitos dos compradores e condôminos do Residencial Bem Viver, localizado no bairro Santa Etelvina, Zona Norte; Residencial Eliza Miranda, no Distrito Industrial, na Zona Sul; e Residencial Verona Premium, no bairro Lago Azul, na Zona Norte.

A Comissão recebeu reclamações de moradores que se sentiram lesados pelas construtoras Direcional Engenharia – responsável pelos empreendimentos Bem Viver e Eliza Miranda – e Premium Engenharia Inteligente – responsável pelo Verona Premium – por áreas comuns e/ou comerciais não entregues ou por apartamentos inacabados.

O presidente da Comissão, deputado estadual Abdala Fraxe (PTN), explicou as peculiaridades das reclamações. “A reclamação dos moradores do Bem Viver, é de que áreas comuns aos condôminos não foram entregues, o que estava prevista em contrato e caracteriza quebra de cláusula contratual, prejudicando a moradia e as atividades de lazer; os moradores do Eliza Miranda Mall reclamaram o centro de compras dentro do condomínio e os moradores do Verona Premiu se queixam da obra inacabada do empreendimento e afirmam abandono da obra, tanto de apartamentos, quanto de estrutura de água e esgoto”, afirmou, acrescentando que, no caso do Eliza Miranda Mall, a Direcional Engenharia anunciou que já está solucionando o problema, com o aluguel do espaço das lojas.

Diante das reclamações, Fraxe anunciou as medidas a serem tomadas pela comissão. “De posse destas reclamações, a Comissão vai realizar uma reunião com os representantes destas construtoras para averiguar a situação e buscar um acordo para solucionar estes problemas, principalmente no que diz respeito ao Verona Premium, pela gravidade da denúncia de abandono da obra”, afirmou, ressaltando o papel da Comissão de garantir o cumprimento dos direitos do consumidor em toda relação de compra e venda de qualquer natureza.

Roberto Brasil