“Castelos” e “Câmaras”: o bom negócio em Família

By -

politica-em-familia1Da Redação – Aproveitando-se da estratégia do poder da televisão e explorando a miséria das pessoas carentes a família Castelo Branco, que tem um representante na Câmara Federal (Sabino Castelo Branco), um na Assembleia Legislativa (Vera Lúcia Castelo Branco) e um na Câmara de Manaus (Reizo Castelo Branco), agora parte para ampliar o “negócio da família” na política. Além da candidatura a reeleição de Sabino a Federal, Reizo vai enfrentar a própria mãe, Vera, por uma vaga na Assembleia.

Sabino e Reizo levam vantagens, pois até o começo do ano utilizaram o programa popularesco na TV para “ganhar” os eleitores pregando as boas ações e são reconhecidos pelos telespectadores. Vera, delegada de carreira, mas de licença há quase 8 anos, optou em ser radialistas-deputada e ficar no rádio para ter vitrine. Detalhe: nenhum dos três é radialista ou jornalista para exerceram tais funções, mas compraram o horário e “metem bronca”.

Cada momento de afunilamento do pleito determinará se o novo investimento valerá a pena. No Amazonas, outro caso envolve ainda a família Câmara, na qual o deputado federal Silas Câmara quer a vaga na Câmara Federal pela quarta-vez, tendo a esposa candidata à reeleição no estado do Acre e agora quer também eleger duas filhas. Gabriela Câmara (PSC), no Acre, e a outra filha Milena Câmara (PPS-DF), no Distrito Federal. Tudo tendo como base a família “Assembleia de Deus”.
Dessa forma, depois de mais de 100 anos da Velha República, na qual as Oligarquias ditavam regras, vemos com novas fórmulas de estratégias a antiga prática voltar com tudo na nossa “Democracia”. (Texto: Hudson Lima – Fotomontagem: Beto Brasil)

Roberto Brasil