Caso de microcefalia é descartado em Manaus

By -

microcefaliaO caso de um bebê do sexo feminino, que nasceu no dia 24 de dezembro de 2015, com suspeita de microcefalia, por ter o perímetro cefálico medindo 31 centímetros, foi descartado pelo Ministério da Saúde, após avaliação clínica de uma médica da Prefeitura de Manaus, que atendeu a criança no Ambulatório de Segmento para Bebês, de uma Unidade Básica de Saúde da rede municipal. No exame, o perímetro da criança tinha 34 centímetros, compatível com a idade do bebê.

Com o resultado negativo, Manaus não tem nenhum caso confirmado de microcefalia, associado ao zica vírus.  Segundo o Boletim Epidemiológico do Centro Integrado de Operações Conjuntas em Saúde (Ciocs) divulgado na sexta-feira, 15, até o dia 14 de janeiro, foram registrados 137 casos suspeitos de zika vírus na capital, sendo que dois casos foram confirmados, nove descartados e 126 permanecem em investigação, sendo 22 gestantes.

Roberto Brasil