Caso Camacho é concluído com prisão de último envolvido

By -
Rogério Santos foi preso na zona Rural de Óbidos, no Pará

Rogério Santos foi preso na zona Rural de Óbidos, no Pará

A equipe de investigação da Delegacia Especializada em Roubos, Furtos e Defraudações (Derfd) prendeu nesta sexta-feira, 28, no Estado do Pará, o último integrante da quadrilha investigada pelo latrocínio do sargento da Polícia Militar, Afonso Camacho Dias, 44. O crime ocorreu no dia 17 de julho deste ano, no estacionamento de uma agência bancária, no bairro Educandos.

Rogério Santos Nogueira, 21, foi preso por volta das 10h, na casa de familiares dele, na zona Rural de Óbidos, no Pará. De acordo com o delegado titular da Derfd, Adriano Felix, ele é apontado como o segundo a atirar no sargento.

“Durante as investigações solicitamos as imagens do circuito de segurança do banco, o que colaborou bastante para a identificação dos autores. Conseguimos obter êxito prendendo seis dos participantes, ainda no início de agosto. Contudo, ainda faltava prender os autores dos disparos. No dia 7 de agosto localizamos Kelvin Gamenha Peixoto. Porém, houve troca de tiros e ele veio a óbito. Com a prisão de Rogério, finalizamos o caso”, informou.

A ação ocorreu em cumprimento a mandado de prisão expedido pela 2ª Vara Criminal, por latrocínio e organização criminosa. Ainda segundo o delegado, logo após o fato, Rogério fugiu para a casa de familiares no Pará.

“Deslocamos uma equipe até Óbidos e conseguimos realizar a prisão. Estamos dando resposta à sociedade e aos familiares da vítima, que clamavam por Justiça. Estamos entregando o caso ao Judiciário para que sejam feitos os procedimentos de acordo com a lei”, ressaltou.

caso-camacho-prisao-01Rogério foi conduzido para Manaus por investigadores da Derfd que chegaram por volta das 14h de hoje.  Ele foi apresentado à imprensa, na sede da especializada, no bairro Alvorada 2, zona Centro-Oeste. Ao término dos procedimentos cabíveis, ele será encaminhado à Cadeia Pública Desembargador Raimundo Vidal Pessoa, onde permanecerá à disposição da Justiça.

Crime

No dia 17 de julho deste ano, por volta das 15h, o sargento Afonso Camacho Dias, 44, foi abordado por Rogério e Kelvin no estacionamento de uma agência bancária, no bairro Educandos, zona Sul. Na ocasião, a dupla roubou R$ 60 mil e efetuou disparos de arma de fogo que levaram o sargento a óbito.

Investigações

Após o crime, a equipe da Derfd iniciou as investigações e no dia 4 de agosto prendeu três envolvidos.Fabrícia Alves da Costa, 26, conhecida como “Biti”; Marcelo Augusto de Freitas Cabral Santos, 18, o “Gordinho” e Sérgio Silva de Sales, 34, conhecido como “Soró”, foram presos, em flagrante, quando tentavam roubar um depósito de uma loja de eletrodomésticos no bairro Raiz, zona Sul. No dia 5 de agosto, o técnico em refrigeração Alex Sandro Santos de Castro, 26; o motorista Carlos Thiago Teixeira da Silva, 26, e o mototaxista Luiz Paulo do Nascimento, 27, foram presos em pontos distintos da cidade.

Dois dias depois, Kelvin Gamenha foi localizado por volta das 23h, na Comunidade Jacurutu, nas proximidades de Iranduba, a 27 quilômetros de Manaus. Ele recebeu voz de prisão, mas não acatou a ordem e reagiu. Ao trocar tiros com os policiais, foi alvejado. Ainda chegou a ser levado ao Hospital Hilda Freire, em Iranduba, mas não resistiu aos ferimentos e veio a óbito.

Roberto Brasil