Casamento coletivo oficializa a união de 40 casais no sistema prisional

By -
O casamento acontece na tarde desta sexta-feira

O casamento acontece na tarde desta sexta-feira

A Secretaria de Estado de Administração Penitenciária (Seap) promove, nesta sexta-feira, 2 de outubro, o segundo casamento coletivo do sistema prisional no ano de 2015. A cerimônia civil, religiosa e o coquetel serão realizados no Complexo Penitenciário Anísio Jobim (Compaj), a partir das 15h. O titular da pasta, Pedro Florêncio Filho, estará presente.

O juiz da 4ª Vara de Família do Tribunal de Justiça do Amazonas (TJAM), Luiz Cláudio Chaves, será o responsável por oficializar o matrimônio. A ação é uma iniciativa da Gerência de Reintegração Social da Seap em parceria com a Umanizzare Gestão Prisional, Senac, Sejusc, Cetam, Tribunal de Justiça do Amazonas (TJAM) e a Sociedade Bíblica Brasileira (SBB).

As noivas, que vivem em liberdade, terão um dia de beleza. Os familiares poderão participar do coquetel que será servido logo após a cerimônia. O objetivo é garantir aos internos os direitos estabelecidos na constituição e promover entre eles os conceitos e importância da família. Segundo a Lei de Execução Penal (LEP), o casamento ou união estável garantem o acesso ao visitante no estabelecimento penal, além de proporcionar outras garantias legais.

Roberto Brasil