Candidata francesa é agredida e desmaia durante campanha eleitoral

By -

Bombeiro presta socorro à candidata francesa Nathalie Kosciusko-Morizet que foi agredida durante campanha em Paris (GEOFFROY VAN DER HASSELT/AFP)

A ex-ministra francesa da Ecologia e candidata a deputada, Nathalie Kosciusko-Morizet, perdeu a consciência durante vários minutos depois de ser agredida por um homem quando fazia campanha nas ruas, em Paris. Nathalie foi atendida por paramédicos e foi levada para o hospital, onde permanecerá em observação.

A candidata distribuía panfletos em um distrito da capital francesa quando um homem de cerca de 50 anos se aproximou, arrancou os panfletos e os jogou no seu rosto. Nathalie caiu e perdeu a consciência, e o homem que a agrediu conseguiu fugir.

Testemunhas ouviram o agressor dizendo a candidata que era culpa dela que Anne Hidalgo é prefeita de Paris, referindo-se a derrota de Nathalie na disputa da prefeitura da capital francesa em 2014.

Fotógrafo da AFP capturou momento que homem toma panfletos da mão de candidata

A ex-ministra e porta-voz do ex-presidente Nicolas Sarkozy enfrenta em sua região um candidato do movimento do presidente Emmanuel Macron, A República em Marcha, e corre o risco de perder seu assento no Parlamento. O candidato rival de Nathalie suspendeu sua campanha, e políticos tanto de direita quanto de esquerda criticaram o ataque.

A violência não tem lugar em uma campanha eleitoral”, tuitou a líder da extrema-direita, Marine Le Pen.

A campanha termina sexta-feira à meia-noite. Procuradores franceses afirmaram que uma investigação foi aberta para averiguar as circunstâncias do incidente.

(Com O GLOBO/AGÊNCIAS INTERNACIONAIS)

Roberto Brasil