Campus IFAM Tabatinga inicia construção de tanques para fortalecer a cadeia pesqueira na região

By -

construcao-de-viveiros-no-campus-ifam-tabatinga-2

O campus IFAM Tabatinga iniciou a construção de 16 viveiros para criação de peixes com o objetivo de fortalecer os cursos técnicos do campus, principalmente o de Recursos Pesqueiros.

Segundo o engenheiro de pesca, Janderson Rocha Garcez, há quatro viveiros semi-escavados medindo 10x20m e 12 viveiros medindo 3x6m. “Os tanques menores serão utilizados para experimentos e pesquisas. Além disso, vamos trabalhar com matrizes e reprodutores de tambaqui, matrinxã e iniciar estudos com o surubim e o acará-açu”, disse Garcez.

Os cursos técnicos em Recursos Pesqueiros, Agropecuária, Meio Ambiente e Agroecologia ofertados pelo Instituto Federal de Educação do Amazonas (IFAM) no município serão beneficiados com as aulas práticas.

construcao-de-viveiros-no-campus-ifam-tabatinga-4

Assim como o Campus Manaus Zona Leste (CMZL) que já iniciou o processo de marcação eletrônica, o campus Tabatinga também tem interesse na chipagem dos peixes, com fins de garantir o melhoramento genético das espécies. “Após selecionarmos as matrizes queremos iniciar o processo de chipagem nas espécies”, ressaltou o engenheiro de pesca.

Pesquisa Aplicada à Pesca e Aquicultura

Desde 2006, o IFAM possui o Núcleo de Formação Humana e Pesquisa Aplicada à Pesca e Aquicultura (NUPA 1) que além de trabalhar a formação técnica junto as comunidades, também promove pesquisa que visa o desenvolvimento sustentável da pesca e aquicultura no Amazonas.

Atualmente o NUPA está presente, como subnúcleos, em seis campi: Manaus Zona Leste, Presidente Figueiredo, Maués, Tabatinga, Parintins e Lábrea.

Mario Dantas