Campanha eleitoral antecipada se espalha nos municípios do Amazonas

By -

CUIDADO-CANDIDATOSFaltando pouco mais de um ano para as eleições municipais, o clima de campanha já esta nas ruas, não pela vontade dos eleitores, mas dos pré-candidatos que se utilizam de redes sociais e visitas diárias, para anunciar suas candidaturas ao cargo executivo ou legislativo no próximo pleito eleitoral de 2016. Embora a lei reafirme que campanha eleitoral antecipada é crime, em um país democrático em que a lei é somente para uma casualidade em que se precise, a caça ao voto parece liberada e já se tornou comum nos municípios do interior do Amazonas.

Com uma série de escândalos envolvendo pagamento de propina, compra de votos e superfaturamentos em troca de comissões generosas, ser “político” continua atraindo pessoas de toda natureza, “honestos e desonestos” em busca de dinheiro fácil, capaz de enricar seus autores de uma hora pra outra à custa de quem sempre paga as contas sem nada poder fazer…

No Amazonas não só vivemos um clima político, como a realidade de uma “politicagem” escancarada diariamente nos celulares por meio de whatssap e facebook.  Hoje é comum pré-candidatos pagarem bebidas e bancar churrascada nos campos de futebol espalhados pelas cidades, o mais incrível é os milagres que os pré-candidatos anunciam com a maior naturalidade, deixando claro que “eles” serão a solução para os problemas enfrentados em todo o país.

Quantas e quantas vezes nos deparamos com situações no mínimo contraditórias do que determina a lei eleitoral brasileira. O desconhecimento dos direitos e deveres de nossas leis tornam a grande maioria da massa eleitoral brasileira, um alvo fácil para aqueles que se formam na arte de manipular as ações e os desejos da coletividade, em detrimento ao bem estar de todos.

Quantas vezes você votou depois de refletir, analisar e observar se o seu candidato escolhido era de fato a melhor opção para sua cidade? Se conseguirdes responder que sempre avaliastes cada candidato escolhido por você, parabéns você faz parte da minoria eleitoral brasileira, aqueles que votam pensando no melhor da coletividade, e melhoramento social que seu ‘representante’ poderá realizar se conseguir se eleger. É lógico que este candidato que você escolheu, perdeu as eleições, pois apresentou propósito contrário ao que estamos acostumados a encontrar no meio político atual. Então enquanto nossa  justiça eleitoral dorme em berço esplêndido, não se surpreenda ao receber um visitante ilustre de um pré-candidato, a sua humilde residência a qualquer momento. ACRÍTICA DE HUMAITÁ

Roberto Brasil