Campanha até o último minuto

By -

A mobilização dos candidatos ao governo em busca de votos na capital e no interior do Estado foi até a última gota de suor, neste sábado, véspera de eleição. Eduardo Braga (PMDB) passou parte da manhã visitando pontos de bandeiraços em Manaus e, à tarde, foi com o vice, Marcelo Ramos (PR), para Manacapuru. Amazonino Mendes (PDT) se recolheu em casa, mas toda sua equipe  seguiu mobilizada, especialmente no interior. Rebecca Garcia (PP) concentrou esforços em Parintins. José Ricardo (PT) circulou de Kombi.

Além de apostar em mensagens via WhatsApp para fisgar eleitores indecisos,  a ordem na campanha de Wilker Barreto (PHS), ontem, era acabar com todo o material de campanha. “Vamos trabalhar até o último santinho”, avisou.

O dia do candidato da Rede, Luiz Castro, também foi intenso. Fez caminhada no Centro, encontro fechado com apoiadores e reunião com assessores. Ainda arranjou tempo para ir a um velório.

Conforme as regras eleitorais, os candidatos que disputam a eleição suplementar tinham até este sábado para realizar eventos de campanha como carreatas. A organização de comícios, entretanto, já estava vedada ontem.

Ao organizar a agenda de Amazonino para este domingo, a preocupação da equipe do candidato era evitar que sua ida à zona de votação  tenha conotação política, devido à tradicional romaria de aliados, seguidos dos veículos de imprensa. A orientação foi pela discrição máxima. “Não queremos errar na reta final”, comentou um aliado.

Hoje pela manhã, Eduardo Braga vai à urna literalmente de olho na sede governo. A escola onde o senador vota fica bem ao lado do ‘Palácio da Compensa’, edifício-sede do Executivo Estadual. Em seguida, ele acompanha Marcelo Ramos à sua zona eleitoral. Deve esperar o resultado da eleição em casa, na Ponta Negra.

SIM&NÃO/Portal A Crítica

Roberto Brasil