Câmara revoga projeto que trata de salários do prefeito, vice e secretários

By -

Em reunião extraordinária, os vereadores aprovaram a revogação do Projeto de Lei nº323 de 19/12/2012 que estabelece os subsídios do prefeito, vice-prefeito, secretários e subsecretários municipais para o exercício 2013-2016.
Trata-se de uma conveniência política, explicou o presidente da Comissão de Constituição e Justiça da casa, vereador Mário Frota, o qual afirmou que não é que os salários estejam altos, o problema é que todos os salários dos funcionários de maior escalão iram subir, pois tinham como teto o salário do prefeito e desta forma iria afetar o orçamento da Prefeitura em razão de que a fatia destinada a salários é grande.

Só os salários do prefeito, vice e secretários e subsecretários daria um total de R$ 2,4 milhões mensais. Segundo Frota, a aprovação do salário do prefeito não foi legal e criou um problema “afetaria o orçamento, quando a intenção e promessa do prefeito é melhorar Manaus e para isso precisa do dinheiro”, destacou Frota.

Às 15 horas os vereadores voltarão para discutição e aprovação da Lei Delegada.///Mercedes Guzmán

Redação