Câmara Municipal intensifica trabalhos para zerar a pauta antes do recesso parlamentar

By -
Ver. Wilker Barreto

Ver. Wilker Barreto

O plenário da Câmara Municipal de Manaus (CMM) iniciou, nesta quarta-feira (15), o esforço concentrado para deliberação e votação de projetos,  requerimentos e moções para zerar a pauta antes do recesso parlamentar do meio do ano, programado para iniciar no dia 24 de junho e término no dia 10 de julho.

Uma mostra da agenda positiva a ser implementada pela CMM, a partir de agora, ocorreu na sessão plenária desta quarta-feira, quando foram colocados na pauta de votação 22 projetos de autoria dos vereadores e do Executivo Municipal, além de três requerimentos.

O presidente do Poder Legislativo Municipal, Wilker Barreto (PHS), assegurou que a ordem é deliberar, tramitar e colocar em votação todas as matérias para que o segundo semestre seja iniciado com a pauta zerada. Barreto, inclusive, solicitou aos vereadores, celeridade na análise dos pedidos de vistas dos projetos para retorno ao Plenário na terça (21) e quarta-feira (22). Para emitir parecer dos pedidos de vistas, o vereador, autor do pedido, tem 48 horas para apresentar o seu posicionamento sobre o projeto.

Segundo ele, caso necessário, a Câmara realizará sessão plenária extraordinária na quinta-feira (23) para conclusão da votação dos projetos. “Já elaboramos o cronograma para alcançar esse objetivo de pauta ”, afirmou.

Wilker Barreto assegurou, ainda, que na próxima segunda-feira (20), coloca na pauta a votação da Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO), para a qual foram apresentadas 101 emendas, seguindo com as votações de projetos na terça e quarta, quando se encerram as votações de todos os projetos pendentes. “Se for preciso, vamos convocar extraordinária”, lembrou, referindo-se à quinta-feira (23).

O presidente da Casa Legislativa garantiu que por ser matéria orçamentária, a votação da LDO tranca a pauta e nenhum outro projeto pode ser votado na sessão. “Os vereadores vão fazer a votação com muita atenção e sem açodamento”, garantiu.

Mario Dantas