Caça brasileiro cai na Indonésia e deixa três mortos

By -
Equipes de resgate carregam corpo de uma das vítimas do acidente em Mianmar

Equipes de resgate carregam corpo de uma das vítimas do acidente em Mianmar

Três indonésios morreram nesta quarta-feira, uma mulher e dois militares, depois que um avião militar caiu em uma zona residencial em Malang, no leste da ilha de Java.

O piloto, copiloto e um civil foram levados a um hospital após o acidente, onde morreram por causa dos ferimentos sofridos, informou o porta-voz da base aérea de Abdul Rahman Saleh, o comandante Hamdi Londong, citado pela imprensa local.
O aparelho, um avião turboélice Super Tucano, efetuava um voo de treino quando caiu, por causas que são investigadas, sobre uma casa na qual se encontrava uma mulher, segundo o canal MetronewsTV .

O ministro da Defesa da Indonésia, Ryamizard Ryacudu, afirmou aos jornalistas que era um avião “relativamente” novo e em boas condições, por isso que os especialistas terão que estabelecer se o acidente foi ocasionado por falha mecânica ou um erro humano.

A-29 Super Tucano, da Embraer, entregue para a Força Aérea da Indonésia

A-29 Super Tucano, da Embraer, entregue para a Força Aérea da Indonésia

O avião é um modelo fabricado no Brasil e projetado para ataque ligeiro, contra-insurgência e treino avançado de pilotos.

A Indonésia comprou 16 aviões Super Tucano de combate ligeiro do Brasil, avaliados em US$ 260 milhões, dos quais recebeu 8, que têm como base no Esquadrão 21 de Malang.

O acidente ocorreu dois meses depois que dois pilotos morreram no acidente de outro avião militar que também efetuava um voo de treino.

Em junho de 2015, outro avião da Força Aérea indonésia caiu chocou em um bairro de Medan, capital da província de Sumatra do Norte, durante a decolagem e deixou 142 mortos.

Roberto Brasil