Brasil goleia Bolívia por 6×0 na Arena da Amazônia

By -

A Arena da Amazônia ficou ‘verde e amarela’ na noite deste domingo, dia 9, quando a Seleção Brasileira de Futebol Feminina marcou 6 x 0 em cima da Bolívia, repetindo o mesmo placar de dois anos atrás, quando os times se enfrentaram pela última vez na Copa América 2014. Diante do show da equipe canarinho em campo, 16.198 pessoas vibraram e corresponderam da arquibancada. O evento, válido como preparatório para a Copa América de 2018, recebeu apoio do Governo do Amazonas, via Secretaria de Estado de Juventude, Esporte e Lazer (Sejel).

Este foi primeiro jogo oficial da Seleção Brasileira Feminina na Arena da Amazônia em 2017 e reuniu Marta e Cristiane. Com a treinadora Emily Lima mantendo os 100% de aproveitamento, a melhor do mundo cinco vezes avaliou positiva o desempenho do time contra as bolivianas e destacou o trabalho em conjunto, cultivado pela comandante da equipe.

“Nossa atitude tem que ser a de sempre, independentemente do nível do adversário. A gente está numa fase de treinamento em que temos que nos adaptar no estilo de filosofia de jogo da nossa treinadora. Independentemente de ser a Bolívia, que veio aqui nos ajudar, tem que ser um momento de incentivo para que elas (jogadoras bolivianas) se sintam importantes. A partir daqui vamos ter uma ideia do que a gente e a treinadora quer para que possamos impor o nosso ritmo”, declarou a craque Marta, que já pensa no Orlando City.

“Primeira vou na Suécia ajustar algumas coisas, aí sim, definitivamente, vou para Orlando”, concluiu.

Para o titular da Sejel, Fabricio Lima, a partida cumpriu com êxito seus objetivos, que foi o teste para a Seleção Brasileira, além do apoio ao futebol amazonense, uma vez que 7% da renda do evento será repassado aos times locais. “Mais uma vez, a torcida amazonense compareceu, apoiou e vibrou com o futebol feminino. Tenho certeza que a lembrança deste jogaço ficará na memória de muitos e, além disso, com o evento conseguiremos fazer um repasse benéfico para os clubes locais, uma forma de incentivar, pois acreditamos que toda ajuda é bem-vinda”, destacou Lima.

Roberto Brasil