Blitz fiscaliza vigilância nos caixas eletrônicas e tempo de espera nas filas dos bancos

By -

 

fiscalizaçao-bancos-blogdafloresta 01Da Redação – Nesta quarta feira (30), o Blog da Floresta acompanhou a fiscalização da vigilância nos caixas eletrônicos e o tempo de espera das filas nas agências bancárias. A blitz foi convocada pela Comissão de Defensa do Consumidor (Comdec) da Câmara Municipal de Manaus (CMM) juntamente com o Procon de Manaus e a Federação dos Vigilantes do Norte e Nordeste (Fesvine).

“Estamos autuando aquele cujos caixas eletrônicos que não contam com vigilante. A lei (963/1996) visa salvaguardar o usuário da agência bancária. As denúncias podem ser feitas através do 08000 92 0111 e será realizada uma diligência”,  segundo o fiscal do Procon Manaus, Jânio Gonçalves.  Segundo ele, pouco foi feito para o cumprimento da lei das filas e apontou serem os bancos Bradesco e do Brasil que sofrem mais problemas desse tipo de infração.

fiscalizaçao-bancos-blogdafloresta 02O Assessor Jurídico da Comdec da Câmara Municipal de Manaus, Alzimar Lahan, informou que foi constatado que os bancos ainda não se adequaram às leis municipais referentes a contar com vigilante nos caixas eletrônicas e também no caso do tempo de 35 minutos para espera nas filas, neste caso do Bradesco é reincidente e as sanções serão previstas por lei”. Explicou ainda que o descumprimento das disposições da lei (933/2006) acarretam as seguintes sanções: 1ª multa de 30 UFMs; 2ª multa de 50 UFMs na primeira reincidência; 3ª multa de 80 UFMs na segunda reincidência; 4ª suspensão do alvará de funcionamento da agência responsável pelo caixa eletrônico após a segunda reincidência e 5º cancelamento do alvará de funcionamento da agência.

“Queremos a volta dos vigilantes” 
Segundo a Lei 963/1996 tem que haver vigilância nas agências bancárias durante as 24 horas em todos os dias da semana, mas isto não é cumprido segundo o Secretario Jurídico da Fesuine, Aurismar Medeiros. “Os dados são da Policia Federal e indicam que o Bradesco é um dos bancos que pagou mais indenizações por morte, danos físicos, entre outros, por conta dos assaltos nas intituições financeiras. Desde que foi criada a Lei esté é a primeira vez que se realiza a fiscalização. Durante reunião em setembro, os gerentes dos bancos tomaram conhecimento da lei, mas mesmo assim reduziram seus recursos humanos para vigilância alegando o custo, mas sabemos que a crise afeta a todos, menos os bancos que arrecadam muito dinheiro”, frisou Medeiros.
fiscalizaçao-bancos-blogdafloresta 03“A vigilância criaria mais de trezentos empregos, mas os dados indicam que ate o ano de 2014 eram 12 mil vigilantes de agências bancarias. Deste total houve redução de aproximadamente três mil. Colocaram monitoramento eletrônico em vez do vigilante”, salientou o representante da Fesvine.
O usuário Claudio Pimentel reclamou da espera na fila do banco Bradesco do Boulevard. “Esperei mais de uma hora na fila para ser atendido. Os bancos não cumprem a lei e são bilionários. Devem ser punidos, pois não respeitam as pessoas”, finalizou./// (Texto e Fotos: Mercedes Guzmán)

Mario Dantas