Banco Central piora inflação este ano e aposta em melhora para 2017

By -
O preço inflacionou por conta da cheia do Rio Negro

Para Banco Central, a alta de preços deste ano deve ficar mais longe do teto da meta, mas dentro do objetivo de 2017 / Foto: Áida Fernandes.

O Banco Central espera uma inflação mais longe do teto da meta em 2016 ao mesmo tempo que aposta que ela fique abaixo do centro do objetivo do ano seguinte.

A aposta é que o IPCA, índice oficial do país, feche este ano em 7,3%, ante uma previsão de 6,9% três meses antes.

A meta a ser perseguida pelo BC em 2016 é de 4,5%, podendo chegar a 6,5% se considerada a margem de tolerância de 2 pontos percentuais. O número esperado pelo órgão público ultrapassa o estimado por economistas consultados pelo Boletim Focus desta semana, de 7,25%.

Em relação a 2017, a estimativa é que ela fique abaixo do centro da meta e feche o período em 4,4%. O objetivo a ser perseguido pelo BC no ano que vem também é de 4,5%, mas com tolerância de 1,5 ponto percentual. Na última previsão, de junho, o BC projetava 4,7%, enquanto no Focus desta semana, os economistas do mercado indicam que será de 5,07%. // VEJA

Áida Fernandes