Aziz diz que atraso na entrega da Arena não trará prejuízo a Copa do Mundo

By -
Gov. Omar Aziz

Gov. Omar Aziz

Da Redação – Em visita a Manaus para uma Reunião de Alinhamento e Integração dos Planos Operacionais para a Copa do Mundo da FIFA Brasil 2014, o ministro os esportes, Aldo Rebelo ao elogiar o Amazonas e a capital Manaus, disse que a reunião passa a limpo todos os planos operacionais, de como vai funcionar o aeroporto, a segurança pública, a saúde, o transporte.

DSC_1663

“Isso tudo com o acompanhamento do governo do estado, da prefeitura e do governo federal”, disse ao acrescentar que a segurança ficará sob responsabilidade do governo do estado, mas entrosada com as Forças Armadas, a Polícia Federal, a Abin e todos os órgãos do governo federal.

O ministro justificou o atraso na entrega da Arena da Amazônia, a beleza do projeto arquitetônico da obra e que o impacto sobre a cidade não é apenas para o futebol, mas como destinos turísticos, congressos,feiras e projeta Manaus com a Copa do Mundo.

“Acho que a Arena será intregue, testes serão realizados e o evento Copa do Mundo, será um sucesso em Manaus”, disse.

 

DSC_1767

Da Redação – Rebelo acredita que a cidade está preparada para assumir um evento de grande porte como a Copa,e que providências estão sendo tomadas para que a cidade não sofra com o grande número de turistas e delegações.

Quanto as críticas de jornais britânicos de que essa Copa, será a Copa do “Medo”, o ministro afirmou que a Copa do Mundo no Brasil será bem mais sucedida do que a intervenção francesa no Marlin. “Provavelmente o Brasil tenha muito mais sucesso em organizar a Copa do que os franceses em promover uma intervenção em sua ex- colônia africana”, pontuou.

O governador Omar Aziz não definiu uma data para a inauguração da Arena, ele acredita em 10 a 15 dias a Arena seja entregue, mas pontuou que não é responsável inaugurar uma obra inacabada e que se tivesse que ter jogo hoje, o campo está pronto.

“Eu não vou ser irresponsável de inaugurar uma obra inacadaba, até porque a imprensa iria apenas apontar o que deixou de ser concluído e entregar hoje ou daqui a 15 dias não traz prejuízo nenhum a Copa do Mundo. Vai ser inaugurada quando tiver pronta”, explicou.

Segundo Aziz, o maior legado da Copa do Mundo é levar o nome do Amazonas e de Manaus para o mundo. “O Amazonas e Manaus serão conhecidos mundialmente, até porque a sorte é tão grande que os primeiros jogos importantes da Copa vai ser aqui. Teremos duas seleções campeãs do mundo”, justificou.

E para isso, o governador está apostando no carinho, calor humano amazonense e que quanto melhor o turista ser tratado, vai haver divulgação da cidade. “Esses turistas vão chegar em seus países e dizer: fomos bem tratados, Manaus é uma cidade bonita”, pontuou.

O governador disse ainda que as opiniões são divididas sobre a Copa do Mundo em Manaus, e que apesar dos problemas, como a modalidade urbana que não andou, mas que tem R$ 1,4 bilhão garantido para fazer qualquer tipo de modal na cidade de Manaus, a Copa vai acontecer. ///Moara Cabral – Fotos: Áida Fernandes.

Redação