Autuações e notificações no Centro alertam para a proliferação do Aedes

By -

aedes-semsa-fiscalizacao-1O alerta para o combate ao Aedes aegypti, mosquito transmissor de Dengue, Chikungunya e Zika Vírus, foi levado às ruas do centro de Manaus na manhã desta quarta-feira, 23 de dezembro, com a fiscalização realizada por equipe da Prefeitura de Manaus em quatro edifícios comerciais localizados na rua 24 de maio e avenida Eduardo Ribeiro. O local foi vistoriado a partir de denúncias da população e identificado pelo drone e Monitoramento Semsa.

Dos imóveis vistoriados, dois foram autuados por apresentarem larvas de Aedes e devem receber multas de até R$ 30 mil; em outro edifício, também autuado, foi encontrado um reservatório de água sem tampa e parte do telhado com retenção de água. O quarto imóvel encontrava-se fechado e o responsável será identificado para posterior notificação.

aedes-semsa-fiscalizacao-2“O drone é mais um aliado na busca pelos locais de proliferação do mosquito Aedes aegypti na capital e, com o sobrevoo realizado em parte do centro da cidade, foram identificados quatro pontos que exigiam observação in loco”, explicou o secretário da Semsa Homero de Miranda Leão Neto. “O resultado da ação confirma a importância da combinação de tecnologia com a vigilância e ressalta ainda mais a necessidade do envolvimento da população nesse combate ao Aedes”, reafirmou.

As fiscalizações e, principalmente, a intensificação dos trabalhos de combate ao Aedes seguem a determinação do prefeito de Manaus, Arthur Virgílio Neto, de guerra ao mosquito, que já decretou Estado de Emergência no município no último dia 4 de dezembro.

aedes-semsa-fiscalizacao-3Nesta manhã, a equipe, composta por cinco agentes comunitários de endemias (ACEs) e oito fiscais da Vigilância Sanitária, da Secretaria Municipal de Saúde (Semsa) percorreu os endereços referenciados pelas imagens de alta resolução geradas pelo drone e foram constatadas as irregularidades previstas no Código Sanitário do Município.

“Agora os estabelecimentos têm 72 horas úteis para buscar a Vigilância Sanitária de Manaus e apresentar as justificativas e correções. Caso contrário, a autuação prevê reversão em multa imediata e acumulada de acordo com os prazos legais”, explicou o gerente de engenharia da Visa Manaus, Jorge Alencar.

As imagens em alta resolução também auxiliaram os agentes de endemias a localizar os pontos de inspeção e a tomada de providências imediatas com no combate químico, aplicação de hipoclorito de sódio, combate mecânico e orientação sobre como guardar os depósitos. Também foi realizada a coleta de larvas de Aedes para testagem de infestação do local.

Roberto Brasil