Audiência Pública quer discutir ideias para tornar Carnaval auto sustentável

By -
Dep. Tony Medeiros

Dep. Tony Medeiros

Tornar o Carnaval de Manaus auto sustentável, bem como buscar ideias que permitam o evento ser uma fonte solidificada de economia, com geração de empregos o todo o ano. Estas e outras propostas serão apresentadas na audiência pública solicitada hoje (sexta-feira 14) pela Frente Parlamentar Pró Cultura da Assembleia Legislativa do Amazonas.O objetivo da audiência, segundo informou o presidente da Frente Pró Cultura, deputado estadual Tony Medeiros, é ouvir dos gestores e colaboradores de grupos carnavalescos, as propostas para tornar o Carnaval de Manaus um evento independente.

“Queremos discutir sugestões plausíveis que tornem auto suficiente o Carnaval de Manaus, com geração de empregos e renda o ano todo”, explicou Tony Medeiros.

A audiência pública vai reunir presidentes e colaboradores de escolas de samba, de blocos carnavalescos e de bailes de Carnaval, além músicos, compositores e representantes dos setores hoteleiro, de bares, restaurantes e de agências de viagens.

Entre as propostas que serão apresentadas e já foram encaminhadas à Frente Pró Cultura estão a necessidade de regras mais claras quando ao acesso e decesso de escolas de samba ao Grupo Especial. Outra sugestão é a criação de incentivos legais que permitam às micros e pequenas empresas o investimento no Carnaval, nas escolas de samba e blocos carnavalescos.

A Frente Pró Cultura também recebeu a proposta de criar um museu para guardar e exibir vídeos, fotos, fantasias e réplicas de carros alegóricos das escolas de sambas vencedoras do Carnaval. A intenção é criar um espaço cultural e turístico capaz de receber turistas que chegam à Manaus e buscam informações sobre atividades artísticas da capital.

“Outra proposta que vem sendo discutida há anos é a criação do desfile das escolas de samba campeãs, da mesma forma que acontece no Rio de Janeiro e São Paulo”, ressaltou Tony Medeiros. “Vamos conversar e encontrar ideias que realmente possam sair do papel e tornar nosso Carnaval forte e independente”, completou o deputado.

A data da audiência será marcada nos próximos dias pela Assembleia Legislativa e comunicada pela Frente Pró Cultura a todos os gestores e representantes de grupos, associações e empresas que atuam no Carnaval de Manaus.

Redação