Audiência Pública debate novo horário de funcionamento do comércio

By -
A mudança de horário de funcionamento das repartições públicas e do comércio irão amenizar os gargalos no trânsito, explicou Mário Frota

A mudança de horário de funcionamento das repartições públicas e do comércio irão amenizar os gargalos no trânsito, explicou Mário Frota

Da Redação – Foi realizada nesta quinta-feira (07),  no Plenário da Câmara Municipal de Manaus (CMM), Audiência Pública para debater o novo horário de funcionamento do comércio, a propositura foi do vereador Mario Frota (PSDB). Participaram o Diretor do Manaustrans, Paulo Henrique Martins; o Presidente do TCE, Josué Filho; o diretor da Federação dos Trabalhadores do Comercio, Elias Sereno; o Presidente da Associação Comercial do Amazonas, Ismael Bicharra Filho e o Presidente do Sindicato dos Feirantes, Davi Lima. Todos lamentaram a ausência dos parlamentares da casa legislativa.

A proposta apresentada ao Prefeito de Manaus pelo vereador Mario Frota (PSDB) refere-se às Secretarias municipais, incluindo autarquias administrativas, para um outro horário (a partir das 9h), afim de evitar congestionamentos no trânsito. O Amazonas possui uma frota de 620 mil veículos e, nesses últimos dez anos, quase nada foi feito para atender à demanda de automóveis rodando nas ruas da cidade. “A mudança de horário de funcionamento das repartições públicas e do comércio irão amenizar os gargalos no trânsito”, explicou o parlamentar.

Para o Diretor da Manaustrans, Paulo Henrique Martins, os itens de rotatividade do estacionamento público, escalonamento dos horários e outros temas devem ser levados em conta na hora da análise das soluções para evitar congestionamentos no trânsito. “Não existe uma equação, deve se fazer um levantamento de dados, um estudo técnico” explicou. No estudo, as perguntas deverão ser quantas pessoas utilizam carro?, Onde estão os pontos de maior congestionamento para chegar ao centro da cidade? Qual é o universo de pessoas que se deslocam para o centro? E as respostas irão apontar as propostas a serem colocadas no Plano de Mobilidade Urbana, salientou.

audiencia-publica-comercio-mario-frota-blogdafloresta 02Para o presidente do TCE, Josué Filho, o problema é que Manaus se converteu numa metrópole que continua tendo velhos hábitos que não ajudam a resolver os problemas atuais e disse que “o Governo do Estado deve realizar uma pesquisa e perguntar ao servidor público, qual o horário que deseja trabalhar?”. Comparou ainda com os resultados positivos que tiveram vários outros estados na mudança de horário e o uso de transporte público em vez do carro particular.

Segurança e iluminação no centro

“É preciso um acordo de horários, coordenador entre todos e mexer o horário para ter bons resultados” disse o Presidente da Associação Comercial do Amazonas, Ismael Bicharra Filho. A proposta dele foi no sentido de que o horário de abertura seja outro e termine às 19h00, mas com segurança e iluminação, assim como da revitalização do centro para dar mais alternativas à população. O problema da carga e descarga de caminhões no centro de Manaus foi outro problema apresentado pelo Presidente do Sindicato dos Feirantes, Davi Lima, ele disse “a mudança tem de ser completa para que a população conte com um transporte digno.

O congestionamento pela saída dos trabalhadores do Distrito Industrial foi outro tema de debate na audiência. A maioria dos participantes lamentou a ausência dos vereadores na Audiência e expressaram que aqueles políticos que não estão participando para resolver os problemas da cidade, nesta casa legislativa, não fiquem surpresos com os resultados das urnas nas próximas eleições, pois para a população nada passa despercebido. (Mercedes Guzmán – Fotos: Áida Fernandes)

Roberto Brasil