Ato público e Paço iluminado marcam atividades de solidariedade às vítimas de atentado em Paris

By -

ATO-PUBLICO-ATENTADO-FRANCA-3A comunidade francesa em Manaus realizou, neste domingo, 15, ato de solidariedade às vítimas do ataque sofrido em Paris (França), na noite da última sexta-feira, 13. Radicados no Brasil, descendentes de franceses e amazonenses reuniram-se na praça Dom Pedro II, em frente ao Paço da Liberdade, Centro Histórico de Manaus, para relembrar os ideais de Liberdade, Fraternidade e Igualdade.

“É preciso lembrar que estes atos acontecem no mundo todo. A França agora é que está em evidência. Precisamos lembrar, ainda, que muitos desses jovens são recrutados a partir da miséria e pobreza em que vivem”, afirmou o cônsul honorário da França em Manaus, Dominique Chevé.

Aproximadamente 140 franceses vivem atualmente na Região Metropolitana de Manaus (RMM). Por ano, 1,5 mil turistas visitam o Amazonas, segundo dados da Aliança Francesa em Manaus.

ATO-PUBLICO-ATENTADO-FRANCA-4A professora amazonense Mirtes Coelho, que participou do ato, depositou flores na sede da Aliança Francesa, na tarde de sábado, 14. “Estive lá para levar meus sentimentos por meio das flores, como se faz no mundo todo. Fiquei muito sensibilizada com o que aconteceu”, afirmou.

A representante do Movimento de Mulheres no Amazonas, Socorro Papoula, lembrou que não é possível compactuar com atos de intolerância no mundo. “Por isso estamos aqui hoje: para relembrar os ideais de democracia. Nosso movimento veio se unir a este sentimento”, disse.

“É uma forma de extravasar nosso repúdio porque sentimos a injustiça, mas acima de tudo, o povo do mundo todo vem mostrando que o medo não venceu. É uma grande vitória”, afirmou o engenheiro Yann Colombani, francês radicado no Brasil, cuja irmã trabalha na boate onde ocorreram os disparos que vitimaram 120 pessoas. “Imediatamente as pessoas começaram a abrigar desconhecidos em casa porque a Polícia orientou que todos se recolhessem. Imagina abrigar um desconhecido? É um ato de humanidade”, completou.

ATO-PUBLICO-ATENTADO-FRANCA-1Além de Manaus, Rio de Janeiro, São Paulo e Recife também se reuniram para o ato de solidariedade.

Paço iluminado  – Desde à noite de sábado,14, o Paço da Liberdade ganhou as cores da bandeira francesa, como forma de prestar homenagem às vítimas e lembrar os ideais de Justiça, como a Liberdade, que dá nome ao prédio publico administrado pela Prefeitura de Manaus por meio da Fundação Municipal de Cultura, Turismo e Eventos (Manauscult).

Roberto Brasil