Atletas de academia de Tocantins vencem distância para disputar o Rei da Selva 6, em Manaus

By -
Cleber Piolho e Paulo Irmão viajaram 30 horas até chegarem na capital amazonense

Cleber Piolho e Paulo Irmão viajaram 30 horas até chegarem na capital amazonense

Foram mais de 30 horas de viagem de Palmas até Manaus para uma dupla de uma academia de Tocantins lutar o Rei da Selva 6, neste sábado, 5 de dezembro, no ginásio da Faculdade Estácio, na capital amazonense. Na pesagem, entretanto, os lutadores Paulo “Irmão” Souza e Cleber “Piolho” Silva esqueceram o cansaço e esbanjaram otimismo para os seus respectivos combates no torneio de Artes Marciais Mistas (MMA). 

Diego Davella-AM x Paulo Irmao-PANascido em Belém do Pará, Paulo tem 26 anos e diz que seu cartel extraoficial é de 34 lutas, sendo 22 vitórias. Ele representa a academia Irmandade Fight Team de Tocantins e vinha apenas para ser corner no evento, mas o lutador que enfrentaria o amazonense Diego Davella (CTT/SD System) no co-main event pela categoria galo (até 61 kg) desistiu da viagem.

“Peguei essa luta em cima da hora porque o outro atleta que vinha desistiu. Mas a gente que é do mundo da luta sabe que é preciso agarrar as oportunidades. Disputar o Rei da Selva é uma honra. Viajamos 34 horas, entre ônibus, aeroporto e avião, até chegar a Manaus, mas estamos otimistas e vamos entrar para trocar porrada”, avisa o paraense, que tem uma leve semelhança com o norte-americano Clay “The Carpenter” Guida, do UFC.

Cleber Piolho-MA x Rafael Dias-AMOutro competidor da equipe de Tocantins é o maranhense Cleber “Piolho”, de 22 anos, que colocará sua invencibilidade na categoria mosca (até 57 kg) em jogo contra o amazonense Rafael Dias (SD System/Checkmat).

“Tenho três lutas e três vitórias na carreira e vim preparado para lutar em pé ou no chão. Sou oriundo do jiu-jítsu, mas gosto mesmo é de usar meu boxe, trocando em cima. Que vença o melhor”, concluiu o jovem lutador.

Card do Rei da Selva 6 (atualizado em 4 dez 2015, com a ordem dos combates) 

1ª luta:

Até 77 kg (meio-médio) – Fernando Reis (Alfa MMA) x Leandro Moreira (SD System/Checkmat) 

2ª luta:                   

Até 66 kg (pena) – Genésio Adryan (MBJ/SV Team) x Thales Morais (Ducks Team)

3ª luta:

Até 61 kg (galo) – Sérgio Ribeiro (MPBJJ/Nova União) X Max Douglas (SD System/Checkmat)

4ª luta:

Até 57 kg (mosca) – Luiz Guerreiro (MPBJJ/Nova União) x Leandro Lima (Orley Lobato/Império)  

5ª luta:

Até 61 kg (galo) – Thiago Belo (Alfa MMA) x Marcelinho Almeida (Team Cardoso) 

6ª luta:

Até 57 kg (mosca) – Cleber “Piolho” Silva (Irmandade Fight Team-TO) x Rafael Dias (SD System/Checkmat)

7ª luta (Co-main event):

Até 61 kg (galo) – Paulo “Irmão” Souza (Irmandade Fight Team-TO) x Diego Davella (CTT/SD System) 

8ª luta (Main event):

Até 66 kg (pena) – Joaquim Polônia (Cristiano Mascarenhas MMA) x Wagner “Peão” Noronha (Monteiro/Adam)

Roberto Brasil