Atletas amazonenses vencem no Shooto Brasil 2015, no Rio de Janeiro

By -
Os confrontos aconteceram no Clube Hebraica

Os confrontos aconteceram no Clube Hebraica

Os três lutadores da equipe MPBJJ/Nova União, do bairro do Alvorada, Zona Centro-Oeste de Manaus, saíram vitoriosos do Shooto Brasil 55, evento de MMA que aconteceu na noite desta sexta-feira, 26 de junho, no Clube Hebraica, no Rio de Janeiro. Cleverson “Carrilho” Silva, Klinger “Do Boxe” Pinheiro e Jiraya Pereira mostraram mais uma vez ao Brasil porque o amazonense é respeitado no mundo das lutas.

CLEVERSON: NOCAUTE TÉCNICO

Natural de Coari (a 370 quilômetros de Manaus), o ex-mototaxista Cleverson “Carrilho” Silva venceu Elvis Batista (RFT) por nocaute técnico aos 2 minutos e 15 segundos do segundo round, após uma sequência de socos, em duelo válido pelo peso mosca. Foi a nona vitória na carreira do coariense, que agora aguarda o chamado para novos desafios.

Cleverson, Klinger e Jiraya tiveram uma temporada de treinos na Nova União do Rio de Janeiro, sob a coordenação do técnico Dedé Pederneiras – o mesmo de José Aldo Júnior, campeão dos penas do UFC.

KLINGER: TROCAÇÃO FRANCA

Também competindo pelo peso mosca, o amazonense Klinger Pinheiro deu uma aula de boxe, muay thai e jiu-jítsu em Adailton Silva (Baixinho Team) e venceu o combate por decisão unânime dos juízes. O guerreiro agradeceu o apoio do mestre Márcio Pontes, líder da MPBJJ, e dos companheiros de treino que ficaram torcendo em Manaus, como Dileno Lopes – finalista do reality show The Ultimate Fighter.

JIRAYA: JIU-JÍTSU PREVALECEU

A festa da MPBJJ no Shooto Brasil 55 continou com Jiraya Pereira, que usou muito seu melhor jogo de chão para vencer Leonardo Moura (PRVT) por decisão dividida dos juízes.

OUTROS AMAZONENSES

O Shooto teve mais dois atletas da terra em ação. Pela categoria galo, o amazonense Irmeson Oliveira, que é irmão do supercampeão Ivaniel Oliveira e representa a academia Evolução Thai de Curitiba, venceu Michael William (Dragon Fight / Nova União) por decisão unânime dos juízes.

Pelo peso mosca, o amazonense Ronald “Nakajima” Vargas (X-Gym) foi derrotado por Rafael Macapá (Nova União) por decisão unânime dos juízes.

Roberto Brasil