Até a vitória,com as bençãos de Deus!!!

By -

ha1Camelôs do Centro de Manaus querem que Hissa dê continuidade ao projeto do “Camelódromo Definitivo” na Câmara Federal e resolva o problema da categoria Durante caminhada pelas ruas do Centro, nesta sexta-feira, 4, o vice-prefeito de Manaus e candidato à Deputado Federal, Hissa Abrahão (PPS) foi abordado por dezenas de camelôs solicitando que, ao chegar em Brasília, ele dê continuidade ao projeto do Centro Comercial Popular, o Camelódromo Definitivo.Segundo os camelôs, que pediram para não serem identificados por medo de retaliações, o projeto defendido por Hissa, quando candidato na última eleição, deixou a categoria otimista por um espaço definitivo para trabalhar.

“Na última eleição foi ele quem veio falar conosco, ele tem uma excelente ideia que é o Centro Comercial Popular, mas foi afastado da secretaria de obras e perdemos a esperança”, contou dona Sandra Amorim, de 39 anos (nome fictício a pedido da mesma).

De acordo com Justino da Silva, de 53 anos, os camelôs que ainda estão nas ruas do Centro, temem ficar sem “paradeiro” por falta da construção de um espaço para trabalhar.

“Mas é um espaço digno que precisamos, não essas poucas-vergonhas que foram improvisadas e que fazem os atacadistas ganharem bem e os varejistas penarem pra vender uma peça por dia. Tem gente passando fome. Antigamente doía no rosto, agora dói no bolso” , contou outro autônomo.

ha2

Segundo Hissa Abrahão, a proposta para a construção dos Centro Comercial Popular com sedes em todas as Zonas de Manaus será um de seus desafios em Brasília.

“Desde o início estudamos um lugar adequado para a implantação do Centro Comercial Popular, o que seria o chamado de Camelódromo Definitivo. É claro, respeitando o ordenamento urbano para o funcionamento dessa atividade em cada Zona da cidade. Defendemos esta proposta que da segurança a estes profissionais para não ficarem mais largados em áreas provisórias”, relembrou o candidato.

Se depender de Sonia Menezes, de 46 anos, Hissa Abrahão pode contar com o apoio dela e de sua família para defender, não só os camelos, mas toda sociedade amazonense no Congresso Nacional.

“Ele é muito atuante. Jovem, simpático. Tem nosso apoio. Pode ir com fé em Deus e trabalhar muito”, desejou.

Mario Dantas