Ataque suicida em mercado no Iraque mata ao menos 30

By -

Uma mulher-bomba se explodiu num mercado da cidade de Musayab, ao sul da capital do Iraque, Bagdá, matando pelo menos 30 pessoas e ferindo 35, segundo relatos de forças de segurança iraquianas.

Por meio de sua agência de notícias, o Estado Islâmico reivindicou o ataque, sem identificar a terrorista suicida.

Musayab fica perto de Karbala, cidade sagrada para os muçulmanos xiitas –considerados “apóstatas” pelos extremistas do EI, que professam uma variante radical do sunismo.

Um policial disse à agência Reuters que a mulher-bomba carregava um cinturão de explosivos sob sua burca.

O atentado acontece no momento em que os extremistas do EI estão ameaçados de perder Mossul, a cidade que é a capital de seu “califado” e vem sendo alvo de cerco do Exército do Iraque, apoiado pelos EUA, desde outubro último.

Na Síria, por sua vez, os radicais também são alvo de uma ofensiva da coalizão liderada por curdos que visa recuperar a cidade de Raqqa.

Paramilitares apoiados pelo Irã participam da campanha de combate ao Estado islâmico no Iraque, atacando o grupo na região fronteiriça perto da Síria.

Na quarta-feira, ataques reivindicados pelo EI Parlamento e ao mausoléu do aiatolá Khomeini em Teerã deixaram pelo menos 12 mortos.

O EI decretou seu autodenominado califado em partes da Síria e do Iraque há três anos.

(Com REUTERS)

Roberto Brasil