Assassino tenta fugir e acaba preso em flagrante no Alvorada

By -
Celso foi preso com uma pistola PT 138 e onze munições intactas

Celso foi preso com uma pistola PT 138 e onze munições intactas

A Polícia Civil do Amazonas, por meio do 10º Distrito Integrado de Polícia (DIP), registrou ontem (21), a prisão em flagrante de Celson Alves dos Santos, 29, apontado como autor do homicídio de Mário Sabóia de Albuquerque Neto, 30. O crime ocorreu na Rua Doutor Hermenegildo Campos, Bairro Alvorada 2, zona Centro-Oeste de Manaus, e a prisão foi realizada por policiais militares da 10ª Companhia Interativa Comunitária (Cicom).

De acordo com os investigadores do 10º DIP, os policiais militares realizavam patrulhamento no bairro quando populares informaram que disparos de arma de fogo teriam ocorrido na Rua Doutor Hermenegildo Campos. No momento em que eles chegaram ao endereço indicado, um carro modelo Celta, de cor vermelha, placas JXS 0809, saia do local em alta velocidade, iniciando-se assim uma perseguição policial.

O veículo foi interceptado pela guarnição da PM alguns minutos depois. Na ocasião, Celson saiu do carro e tentou empreender fuga, enquanto que um comparsa dele, identificado como Saul Azevedo do Nascimento, que também estava no carro, conseguiu fugir.

Com Celson foi apreendida uma pistola PT 138 calibre 380 Millennium e onze munições intactas, do mesmo calibre que a arma de fogo. Os policiais deram voz de prisão e conduziram o flagranteado à unidade policial.

Durante os procedimentos policiais, Celson contou que – momentos antes de ser perseguido pelos policiais – ele havia atirado em Mário. A motivação do crime teria sido uma dívida no valor de R$ 5 mil a qual ele devia à vítima. Celson informou que estava sendo ameaçado de morte pelo homem e, por isso, efetuou os disparos contra ele.

A vítima chegou a ser socorrida por populares e levada ao Serviço de Pronto Atendimento (SPA), localizado também no bairro Alvorada, mas não resistiu e morreu.

Celson foi autuado por homicídio (artigo 121 do Código Penal Brasileiro) e encaminhado à Cadeia Pública Raimundo Vidal Pessoa, onde permanecerá à disposição da Justiça.

O caso já foi encaminhado à Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS) e será investigado. Ontem, a equipe de investigação da especializada, juntamente com policiais militares da 10ª Cicom, dirigiu-se ao bairro Lírio do Vale 2, zona Oeste, endereço indicado por Celson, onde supostamente o comparsa dele morava. Porém, o procurado não se encontrava no imóvel.

Roberto Brasil