Artur ressalta que máquina não ‘engarrafou’ sentimentos

By -

Artur Neto ressaltou que a máquina que apoia a sua adversária não conseguiu “engarrafar” o sentimento da população de Manaus. “Depois das fraudes ocorridas em 2010, quando conseguiram calar minha voz no Senado, me senti só. Dois anos depois, percebi que os desígnios de Deus escreve certo por linhas tortas. Ele planejou que eu voltasse a Manaus para me dedicar com amor à minha cidade”, comentou Artur emocionando os eleitores.

 

Comandado pelo vereador reeleito Arlindo Júnior, o comício se tornou uma grande comemoração das pesquisas que mostram um crescimento de Artur em progressão geométrica e a queda diária da comunista Vanessa Grazziotin. Questionados pela reportagem do BLOGdaFLORESTA, vereadores eleitos e reeleitos disseram que Vanessa corre o risco de ter um número de votos inferior ao obtido no primeiro turno pois. Só na Zona Centro Sul, a última pesquisa de intenção de votos indica que Artur tem 91% e Vanessa apenas 9%.

A descontração no comício ocorreu quando os deputados federais Henrique Oliveira (PR) e Pauderney Avelino (Democratas) desceram do palanque e caíram literalmente nos braços do povo. O único que se manteve impassível foi o ex-prefeito Serafim Corrêa (PSB).

Redação