Arthur Virgílio pede esclarecimento sobre os riscos dos custos serem repassados aos consumidores devido aos prejuízos das empresas de energia

By -

05.11.2015.AVB

Diante das perdas bilionárias das empresas brasileiras do setor de energia devido à crise energética, o vice-líder da Oposição, deputado federal Arthur Virgílio Bisneto (PSDB-AM), membro titular da Comissão de Minas e Energia (CME) da Câmara dos Deputados, pediu explicações ao Ministério de Minas e Energia (MME) sobre a possibilidade de mais prejuízos aos consumidores brasileiros.

O pedido foi feito com base nas informações publicadas na imprensa de que a crise energética, além de levar à importação de combustíveis, trouxe perdas bilionárias para as empresas brasileiras como a Eletrobras, a holding de energia estatal.

Pelos dados da CCEE, mercado de liquidação que faz um balanço do que cada empresa tem a receber e a pagar, a estatal de energia teve déficit de R$ 7 bilhões entre 2003 e agosto de 2015.

Mas, na prática, a conta não ficou com a empresa. Foi repassada para quem comprou energia de meios alternativos (eólicas, por exemplo) e da hidrelétrica de Itaipu, que repassou o custo extra ao consumidor.

“A conta de luz está pesando no bolso do brasileiro. A Eletrobras teve um prejuízo de R$ 7 bilhões. Agora o governo quer que a conta seja repassada ao consumidor, mais um aumento? Sem falar que o Amazonas sofre de constantes quedas de energia. Um absurdo o povo ser penalizado com aumentos constantes quando a oferta é escassa. Mais uma do governo Dilma contra o Amazonas”, declarou.

Mario Dantas