Arthur Virgílio Bisneto faz balanço dos cem dias de mandato como deputado federal

By -

MilenadiCastro_Bisneto3

Em seu primeiro mandato como deputado federal pelo Estado do Amazonas, Arthur Virgílio Bisneto, eleito em 2014 pelo PSDB com mais de 250 mil votos, vem sendo um dos grandes destaques no Congresso Nacional. Com forte atuação, tornou-se, logo nos primeiros quinze dias, vice-líder no Bloco da Oposição, ganhando mais visibilidade e amplo acesso à tribuna, onde tem feito diariamente duras cobranças ao governo federal em busca de uma atenção especial por parte da presidente Dilma Rousseff (PT) para o Amazonas.

Ontem, Bisneto fez divulgação da prestação de contas dos seus primeiros cem dias do mandato. O evento aconteceu no Jevian Festas e Eventos, Vieiralves. Durante entrevista para a imprensa, o tucano disse que vai continuar usando a tribuna para apontar soluções para importantes discussões do nosso Estado e no país.

MilenadiCastro_Bisneto4

“O governo federal passa por momentos duros e a nossa obrigação é fazer oposição ao que está errado no país. O problema é que tem tanta coisa errada, que nem o tempo que nós temos para falar é suficiente para poder demonstrar o descontentamento da população brasileira. Tenho muito apoio nas redes sociais, muitos telefonemas, e-mails que recebo em meu gabinete, em Brasília, elogiando a nossa postura e dessa forma a gente vai cumprir o nosso papel de fazer oposição ao que está errado no país, trabalhar para o que está certo no Brasil e propor, mas acima de tudo fiscalizar o que a população espera que nós façamos nesse papel”, afirmou.

Participaram do evento lideranças políticas da capital e do interior do Estado, entre eles, o prefeito de Manaus, Arthur Virgílio Neto (PSDB), a primeira-dama Goreth Garcia, o vice-presidente da Câmara Municipal de Manaus, Hiram Nicolau (PSD), vereadores Elias Emanuel (PSB) e Dr. Ewerton (PSDB), a prefeita de Anori, Sansuray Xavier (PSD), o prefeito de Manicoré, Lúcio Flávio (PSD), o vice-prefeito de Manaquiri, Jair Becil (PSDB), entre outros.

Produção legislativa

Nos três primeiros meses no parlamento, foram apresentados 18 requerimentos de informações, 31 votos de pesar e louvor, quatro requerimentos apresentados nas comissões, sete requerimentos de inserções nos anais, duas Propostas de Emenda à Constituição (PEC), três indicações e três projetos de lei. No total, foram mais de 60 proposições e mais de 20 pronunciamentos importantes no plenário federal.

Bisneto propôs três projetos de leis. O primeiro aumenta a pena para o motorista que provoca acidente ao dirigir sob influência de álcool ou drogas. Também endurece a punição a quem causa acidente participando de racha. O segundo inclui no Código Penal e no Código Penal Militar penas mais duras, para quem comete crime de terrorismo, e o terceiro projeto é o que cria um sistema informatizado para que o Congresso e a sociedade possam acompanhar os gastos das empresas estatais, como a Petrobras, a Caixa Econômica, o Banco do Brasil, os Correios e a Eletrobras. Esses gastos hoje são sigilosos.

No parlamento, o tucano também foi escolhido como titular na Comissão de Minas e Energia (CME) e da Comissão de Integração Nacional, Desenvolvimento Regional e da Amazônia (Cindra). Também conquistou o cargo de suplente na Comissão de Ciência e Tecnologia, Comunicação e Informática (CCTCI). É vice-presidente da Frente Parlamentar Mista em Defesa do Comércio, Serviço e Empreendedorismo da Região Norte, Membro da Comissão Executiva do Parlamento Jovem Brasileiro, membro da Comissão Especial da PEC Zona Franca do Semiárido Nordestino.

 

Mario Dantas