Arthur e Rotta

By -

crianc%cc%a7a09-as_1

Educação

O Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) divulgou nesta quinta-feira (08/09) o novo levantamento do Ministério da Educação (MEC) que aponta Manaus na 11ª posição no ranking geral das capitais no Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (IDEB). De acordo com a pesquisa, Manaus registrou o maior crescimento percentual em todo o país.

Vitória

O prefeito Arthur Neto comemorou o salto na qualidade da educação na rede municipal. Quando assumiu a Prefeitura, em 2013, a cidade ocupava a 20ª posição no IDEB. Já no ano seguinte, Manaus ranqueou em 18º lugar. Agora está na 11ª posição, ou seja, em pouco mais de três anos da gestão de Arthur, a educação municipal melhorou 9 posições no ranking do MEC.

Destaque

Em reportagem sobre a pesquisa, o portal Veja.com classifica Manaus como uma das “estrelas” do levantamento do MEC, junto com Palmas e Fortaleza. Numa comparação de curto prazo (2013 a 2015), as três capitais entraram no grupo que aumentou em mais de dez pontos em matemática e mais de quinze em português. “Isso demonstra que o ganho vem sendo consistente”, destaca o especialista em educação João Batista Oliveira, presidente do Instituto Alfa e Beto.

 Balanço 

Em seu programa do horário eleitoral gratuito desta quarta-feira, 7 de setembro, o prefeito Arthur Neto, afirmou que “a realidade da administração pública no Brasil é bem mais dura do que se imagina”. Ele lembrou da alta carga tributária, mas observou que as maiores fatias da receita gerada pelos impostos vão para os governos Federal e Estadual.

Balanço 2

Arthur fez um balanço de sua gestão na Prefeitura de Manaus e listou obras importantes como: a revitalização do Centro da cidade; o fornecimento de água para as zonas Norte e Leste; redução do tempo da viagem de ônibus com a Faixa Azul; instalação de 26 academias ao ar livre; modernização da iluminação pública com 25 mil lâmpadas de LED; 200 quilômetros de asfalto; 500 quilômetros de drenagem. “Isso tudo sem atrasar o salário dos servidores municipais e com todos os serviços públicos funcionando”, destacou.

Mario Dantas