Arthur Bisneto solicita informações ao Ministério das Cidades e ao Banco Central sobre moradia e falsificação de cédulas no Amazonas

By -
Dep. Arthur Bisneto

Dep. Arthur Bisneto

O deputado federal Arthur Virgílio Bisneto (PSDB), vice-líder da Oposição, apresentou na Câmara Federal, nesta terça-feira (5), quatro requerimentos solicitando informações, para a elaboração de alternativas para coibir o crime de falsidade de cédulas e ações planejadas para moradia no Estado do Amazonas.

Entre os requerimentos estão os que pedem informações ao ministro das Cidades, sobre o passivo total do Governo Federal com as empreiteiras que têm conduzido as obras do programa “Minha Casa, Minha Vida” e o que pede solicitar informações ao Banco Central sobre a estimativa de cédulas falsificadas em circulação e as providências adotadas para coibir tal crime.

De acordo com o requerimento, entre janeiro e março deste ano, 225 cédulas falsificadas foram retiradas de circulação no Amazonas. Cerca de 40% das apreendidas são de R$ 100. No Brasil, em geral, consta que 74.674 cédulas falsas foram retiradas de circulação. Quatro Estados da Região Norte também apresentaram o mesmo problema, no Pará (2.421 cédulas recuperadas), em Rondônia (286 cédulas) e no Tocantins (254 cédulas).

Ao Ministério das Cidades, o tucano solicitou informações sobre o montante do repasse que já foi feito para a Caixa Econômica Federal referente ao programa; a projeção do Governo Federal para os próximos anos no Amazonas e o número de unidades destinadas ao Estado e para a capital. Os demais requerimentos são referentes ao Voto de Louvor ao Governo do Amazonas e à Universidade do Estado do Amazonas por terem firmado Termo de Cooperação para ampliar áreas de ações socioeducativas nos presídios e de parabenização ao médico Wilson Alecrim, por sua quarta eleição consecutiva para o Conselho Nacional de Secretários Estaduais de Saúde (Conass).

Mario Dantas