Arena da Amazônia é candidata a receber jogos da Copa América em 2019

By -

FOTOS: BRUNO ZANARDO/SECOM E TACIO MELO/SEJEL

Arena da Amazônia está no caminho para receber jogos da Copa América em 2019. A afirmação foi feita pelo presidente da Confederação Brasileira de Futebol (CBF) em exercício, Antônio Carlos Nunes de Lima, na tarde deste domingo (25/03), durante o amistoso entre Brasil e México Sub-20 na Arena da Amazônia, na zona centro-oeste de Manaus.

“Nós estamos trazendo sempre jogos pra cá. Tivemos eliminatórias para Copa do Mundo de 2018. A Arena é muito simpática para todos nós. O que nós pudermos fazer para trazer jogos aqui nós faremos. Eu acredito que ela já tá de stand-by porque nós vamos sediar a próxima Copa América. Eu sou o atual presidente do comitê local que está organizando. Nossa ideia é que os jogos da Copa América aconteçam nos estádios que receberam as partidas da Copa do Mundo de 2014, e Manaus está no caminho”, comentou Antônio Carlos Nunes.

A secretária Janaina Chagas afirmou que a Arena está preparada para receber a Copa América. “Estou muito feliz com estreitamento de relação com a CBF, o amistoso de hoje (domingo) foi muito bem organizado. Com certeza, o Amazonas está pronto para receber jogos da Copa América em 2019, e o Governo do Amazonas lutará para que isso aconteça”, comentou.

Segurança – O vice-governador e secretário de Segurança do Amazonas, Bosco Saraiva, ressaltou que a realização de grandes eventos como a disputa entre Brasil e México também são fundamentais para o desenvolvimento do esporte no Amazonas.  “A cada jogo que é realizado aqui na Arena da Amazônia é uma forma de mostrar a eficiência da organização das forças de segurança, comprovando a capacidade do nosso povo de realizar grandes eventos”, ressaltou Saraiva.

Inclusão – A Secretaria de Estado dos Direitos da Pessoa com Deficiência (Seped) levou acessibilidade para mais de 200 pessoas com deficiência, entre eles usuário de cadeiras de rodas, prótese, órteses e mobilidade reduzida. Outro diferencial foi o serviço de audiodescrição para pessoas com deficiência visual e cegas, cerca de 20 pessoas utilizaram o serviço. Essa é a primeira vez que o serviço de audiodescrição é oferecido na Arena da Amazônia.

Pela primeira vez na Arena da Amazônia, Kaliu Oliveira, 6, do time Baby Foot do Santos futebol clube, foi uma das crianças que ganhou ingresso pelo CBF solidário e adorou o estádio e disse que tem “gás” para jogar no Campo. “Quando eu entrei aqui e vi o quanto era grande, fiquei surpreso. Essa Arena é muito bonita e me deu logo vontade de  descer para o campo e jogar de tão legal que é.  O jogo está bom, mas falta o gol do Brasil pra ficar ainda melhor “, completou.

O jogo – A partida começou com bastante pressão da seleção canarinho, que teve maior domínio de bola durante todo o primeiro tempo. Ambas as equipes tentaram finalizar jogadas ofensivas, porém, não ofereceram muito perigos aos goleiros. Já no início do segundo tempo, algumas substituições foram feitas e a pressão brasileira ficou mais forte. Aos 25 minutos de jogo, o Brasil converteu um gol, porém, foi anulado pela arbitragem que indicou o impedimento do time brasileiro. O Brasil continuou com bastantes jogadas ofensivas, mas não conseguiu abrir o placar. E a partida ficou mesmo no 0 a 0.

O técnico da Seleção Brasileira, Carlos Amadeu, falou da sensação de jogar na Arena da Amazônia. “A sensação de jogar na Arena da Amazônia foi maravilhosa. É um belíssimo estádio e com um gramado muito bem cuidado, além disso, eu soube que houve um show recentemente e estão de parabéns com o zelo que tiveram para que, em tão pouco tempo, outro evento grandioso como esta partida acontecesse. Quanto ao clima, sabemos que o calor aumenta a sensação térmica e hoje, diferente de quinta-feira (22), quando houve o jogo-treino, a sensação foi bem melhor e isso ajudou a equipe, apesar do empate”, disse.

Roberto Brasil