Aprovados no concurso da Semsa pedem socorro a parlamento municipal

By -

concursados-semsa

O presidente da Câmara Municipal de Manaus (CMM), vereador Bosco Saraiva (PSDB), juntamente com o presidente da Comissão de Saúde da CMM, vereador Marcelo Serafim (PSB)  se reuniu na manhã desta segunda (14), às 9h, na sala da presidência da casa, com o presidente da Associação dos Concursados da Semsa (Acomsemsa), Lytton Medeiros Filho e mais 25 integrantes da associação para discutir sobre a liminar que veta a nomeação dos aprovados no concurso da Secretaria Municipal de Saúde (Semsa), realizado em 2012.

De acordo com o presidente da Acomsemsa, Lytton Medeiros, 1.700 concursados aprovados no concurso da Semsa faltam ser nomeados. Conforme Lytton, são 1.910 vagas distribuídas em 95 cargos. “Desses 95, o Ministério Público Estadual (MPE-AM) denunciou apenas quatro, nos quais encontrou irregularidades. O nosso pedido é o mesmo da PGM, para que as nomeações aconteçam”, enfatizou Medeiros.

O objetivo é buscar a ajuda política dos vereadores Marcelo Serafim e do presidente da CMM, Bosco Saraiva para que, quando a decisão sobre a liminar pelo Judiciário sair, os trâmites de nomeação possam ser acelerados.
 Bosco Saraiva, se comprometeu com a categoria para dar solução e disse que emprestará todo o apoio para intermediar junto ao TJAM para que esses profissionais sejam incorporados o mais rápido possível. “Assim que for resolvida essa questão do Judiciário, solicitarei ao prefeito Artur Neto a nomeação das vagas restantes”, assegurou.

Marcelo Serafim afirmou que a reunião com os representantes dos concursados foi para conhecimento dos fatos e garantir a partir daí rapidez quanto aos procedimentos após a queda da liminar. “Vivemos um momento crítico na saúde pública de Manaus e temos um concurso vigente. O Tribunal de Justiça precisa liberar as nomeações, para que o prefeito tenha autonomia para agir. Não existe nesse certame nada que impossibilite que os concursados sejam nomeados”, relatou o parlamentar.

Redação