Apoteose na Internet Baré

By -

Em Manaus, Orlando Farias trabalhou no Jornal do Comércio, A Notícia, A Crítica, Correio Amazonense e Amazonas em Tempo, além de ter sido correspondente do Jornal do Brasil e do Estado de São Paulo, mas foi ao entrar no ramo da Internet que ele aumentou consideravelmente sua gama de leitores.

“Praticamente todos os antigos colunistas do Sim & Não terminaram migrando para montar um blog, para montar uma página no Face, como foi o caso do Orlando que foi pioneiro nisso, mas também do Neuton e do Walmir. O Orlando foi pioneiro também nisso, também por isso ele deve ser reverenciado, o pioneirismo, a iniciativa”, falou o deputado Serafim Corrêa.

Depois de muitos anos trabalhando em jornais, já reconhecido nacionalmente e terminando de escrever o livro que ele sabia causaria grande repercussão, Orlando estava em busca de um novo desafio na carreira. Foi com esse pensamento que em 2009 ele fundou o Blog da Floresta ao lado de seu grande amigo Mário Dantas.

“Em pouco tempo, o Blog da Floresta se tornou o espaço mais procurado para quem sempre se encantou com a política amazonense. O Orlando sabia realmente mexer com esse cenário local”, contou Guto Rodrigues.

Assumindo um papel de grande protagonismo na opinião política do Amazonas, Orlando Farias seguiu alimentando de boas notícias os seus leitores espalhados por todo o estado até o ultimo dia de sua vida, sempre utilizando uma prática que acabaria por virar sua principal marca, o jornalismo investigativo.

“Hoje eu já olho algumas matérias com certo receio, receio esse, por exemplo, que eu não tenho no Blog da Floresta porque sei estão seguindo a linha deixada pelo Orlando, está muito bem obrigado e estão seguindo que eu sei”, disse Mario Frota.

A imprensa amazonense pode ter perdido um de seus principais expoentes, mas o exemplo de grande jornalista que foi Orlando Farias continuará a inspirar todos os veículos de comunicação locais, principalmente o Blog da Floresta.///Luciano Farias

Roberto Brasil