Após 30 anos da conclusão do Ensino Médio, servidora da UEA cola grau na instituição

By -

“Hoje é o início de uma nova fase na minha vida”, afirmou Maria do Socorro

Ela abdicou da busca pelo Ensino Superior para cuidar e formar os três filhos. A servidora da Universidade do Estado do Amazonas (UEA), Maria do Socorro Lopes de Araújo, 56, depois de mais de 30 anos de conclusão do Ensino Médio, colou grau no curso superior de Tecnologia em Gestão Pública, na última sexta-feira (10). 

Atuando no setor de gerência de orçamento da UEA desde 2001, ano de criação da instituição, Socorro confessa que tinha vergonha por não possuir um título de graduação, mesmo exercendo atividades complexas. Segundo ela, a vergonha já não existe mais e o sentimento é de total realização, além de estar preparada para encarar qualquer desafio, sem medo. “Hoje é o início de uma nova fase na minha vida. O próximo passo é a pós-graduação. Antigamente eu não pensava, mas agora eu quero crescer, estudar, dar o melhor de mim para que eu possa contribuir com o desenvolvimento da UEA”, disse emocionada.

Socorro faz parte da primeira turma de servidores da UEA do curso de Tecnologia em Gestão Pública. Ao todo, 39 tecnólogos em Gestão Pública colaram grau no auditório da Assembleia Legislativa do Amazonas (Aleam). Divulgado em julho de 2014, o Edital teve o objetivo de contribuir com a formação e valorização do servidor. “Estou muito feliz em participar desse momento especial na vida de cada um. Hoje vocês fazem parte de uma parcela de 11% da população brasileira que possui nível superior. Orgulhamos-nos em contribuir com a qualificação de recursos humanos”, disse o Reitor da UEA, Cleinaldo Costa.

O curso foi idealizado pela atual Pró-reitora de Interiorização da UEA, Samara Menezes, para pessoas sem o título de graduação e a ideia acatada pela atual Gestão Superior. “Ao longo desses anos, a UEA tem formado muitos gestores públicos na capital e interior, chegou a hora de investir nos profissionais. Os servidores buscam, cada vez mais, a formação teórica e a academia vem para somar”, ressaltou Menezes.

A coordenadora do curso, Márcia Maduro, ressalta que o curso tem o propósito de qualificar os servidores com conhecimentos técnicos em gestão pública, possibilitando a dignificação profissional, melhoria de desempenho e o aprendizado de novas técnicas para o desenvolvimento e progresso das ações da UEA. “A formação no Curso de Tecnologia em Gestão Pública para servidores contribuirá para melhorar a qualidade dos serviços desenvolvidos nas atividades da instituição e prepará-los para tornarem-se futuros gestores públicos na UEA”, enfatizou Márcia.

A Analista de Projetos da UEA, Alessandra Rocha, destaca que a Gestão Pública é essencial na condução dos procedimentos necessários dentro de um órgão público. Para ela, a oportunidade de ter o conhecimento teórico ajudou a aperfeiçoar a rotina de trabalho. “Ao longo dos meus 12 anos de UEA, posso afirmar que toda minha vivência foi esclarecida nesses dois anos e meio de Curso, pois pude entender de fato o trâmite, o qual antes eu seguia porque me fora dito, e hoje ele é executado por domínio”, completou.

Roberto Brasil