Angolanos se destacam entre a legião estrangeira do Open Internacional de Jiu-Jítsu de Manaus 2015

By -
Fady Manuel Saad | Katharina Florêncio de Araújo

Fady Manuel Saad | Katharina Florêncio de Araújo

A distância de quase 9 mil quilômetros de Luanda até Manaus foi vencida com muita força de vontade e os angolanos Katharina Florêncio de Araújo e Fady Manuel Saad se destacaram entre os estrangeiros que disputaram o Manaus International Open Jiu-Jitsu da IBJJF, realizado neste sábado, 5 de setembro, na Arena Poliesportiva Amadeu Teixeira, na capital amazonense.

Atletas da academia Gracie Barra de Angola, a dupla fez bonito na competição. Katharina, de 19 anos, conquistou duas medalhas na competição sem quimono (No-Gi): ouro na faixa azul adulto meio-pesado e prata no Absoluto (sem limite de peso). Fady, também de 19 anos, ficou com a prata na faixa roxa adulto médio (No-Gi).

Apaixonada pelo esporte, Katharina treinava boxe e kickboxing, mas é na “arte suave” que ela vem se destacando mundialmente.  “Antes do jiu-jítsu eu pesava 92 quilos e a luta acabou proporcionado mais intercâmbio e experiência internacional em relação às outras modalidades que eu praticava”, conta.

Ao lado do parceiro de equipe, ela veio ao Brasil para disputar o Open Internacional de São Paulo no último mês; depois esticou a viagem para o coração da Amazônia. “O resultado em São Paulo foi excelente: ouro com quimono, prata no No-Gi e bronze no Absoluto. Em Manaus também conquistei medalhas. O clima aqui ajudou porque é parecido com o de Angola e o povo é muito acolhedor”, disse a campeã, que é fã da norte-americana Ronda Rousey, do UFC.

Roberto Brasil