Amigos Solidários realiza ação social no Coroado

By -

20160520_090555Da Redação – Nesta sexta feira (20), os Amigos Solidários realizaram ação social no Centro de Desenvolvimento da Comunidade (CDC), localizado na rua Ouro Preto, nº 513, bairro Coroado, zona leste. Serviços de embelezamento, RG, cadastro único, e outros foram disponibilizados em parceria com a Secretaria Municipal da Mulher e Direitos Humanos (Semmasdh). A demanda pela Carteira do Idoso foi grande e as pessoas da terceira idade reclamaram a demora na entrega deste documento.

Participaram da ação funcionários do Sine Manaus, CREAS, Semma, empresas Mari Kay, Hinode,Vawt’s Life, entre outros. A coordenadora dos Amigos Solidários agradeceu a parceria com a Semmasdh e o CDCC.

20160520_090042Procura de emprego é grande

O funcionário do Sine Manaus, Beto Santos, informou que se realiza o cadastro para emprego com documentos apresentados (RG, CPF, comprovante de residência e certificados dos cursos realizados), depois se procede à consulta de vagas e agenda para a entrevista. “Atendemos 400 pessoas/dia, a maioria procura para o Distrito Industrial, mas a oferta de vagas é para o comércio e serviços gerais. Há vagas para pessoas com limitações, mas muitos não chegam a serem preenchidas por falta de candidatos”, afirma.

20160520_090830A Coordenadora do CREAS Cidade Nova I, Maria Gloria Carvalho da Silva, explicou que o atendimento que realizam é nas áreas psicológica, social e jurídica, com orientação aos direitos humanos  e nos casos de violência domestica, abuso, exploração de menores, drogadicção. “Os casos de violência ou de abandono contra pessoas da terceira idade são frequentes e encaminhados às delegacias ou para as equipes dos Creas onde se realiza visita domiciliar, a maioria destes casos deve se a situação financeira e a crise atual”, disse a coordenadora.

Funcionarias da Semmasdh disseram que a campanha contra a exploração sexual de crianças e adolescentes tem programado varias atividades para chamar atenção desta problemática, mobilizações, caminhadas, distribuição de impressos, atos públicos, sensibilização com os motoristas tem sido o foco das ações. Indicaram ainda os números de linhas gratuitas para denunciar qualquer crime contra este segmento populacional 0800-92-6644, 0800-92-1407 e o disque 100.

IMG-20160520-WA0006O presidente do CDCC, Ronildo Souza, disse que embora a sua gestão esteja apenas começando tem desenvolvido várias atividades, especialmente para as pessoas da terceira idade que estão atrás de obter a carteira do idoso e são orientados nos serviços que o poder público oferece, bem como atividades físicas e de lazer que também são realizadas.

Moradores reclamam construção de UBS

Montelo LiraSegundo o voluntário da comunidade Coroado, Montelo Lira, vários são os problemas do bairro. “O problema maior é atenção à saúde. Temos casinhas que atendem, mas não cobrem todo o perímetro do bairro. Precisamos a construção de uma Unidade Básica de Saúde (UBS) e assim ter o mesmo direito de outros bairros”, destacou. Outra demanda apontada é uma Unidade de Ensino Técnico ou Superior para os jovens e maior consciência da população referente ao lixo, uma vez que trata-se de um problema. “A Prefeitura às vezes faz a sua parte, pois não tem um horário estabelecido para o carro coletor de lixo, o que dificulta sensibilizar aos vizinhos com este problema”, disse a representante.

IMG-20160520-WA0010A falta de revitalização e manutenção das vias principais – denominadas beira rio e beira mar, que são um cartão postal de Manaus, foi reclamada na oportunidade porque nunca tiveram atenção de nenhum prefeito. “Temos uma delegacia que funciona pela metade, pois esta desativada e é um elefante branco e necessitamos mais segurança para os 70 mil habitantes do Coroado I, II e III”, disse Montelo.

Tramite da carteira do idoso demora seis meses para ser entregue 

Desde cedo, mais de uma centena de pessoas da terceira idade aguardavam no CDC para tirar a carteira do idoso. Com as identidades em mão, muitos tinham a esperança de receber este documento e reclamaram seu direito. No entanto, não houve nenhum serviço nem funcionário que pudesse resolver, pois todas as solicitações foram encaminhadas para o prédio da Semmasdh (Av. Cosme Ferreira 2712, próximo à antiga caixa de água) e a orientação para irem até lá na próxima semana.

20160520_092001Francisco Souza chegou com a esposa com a esperança de obter sua carteira de idoso e terminou indo embora triste e decepcionado. “Estou esperando a carteira de idoso desde janeiro, tenho encaminhamento. Me falaram que aguardasse até julho, mas não sei por que tanta demora”. Ele mostrou o papel que recebeu para obter este documento e reclamou da falta de respeito com as pessoas da terceira idade. (Texto e Fotos: Mercedes Guzmán)

Roberto Brasil