Ambulantes irregulares são retirados da Djalma Batista

By -

ambulantes-irregulares-djalma-01Ambulantes que comercializavam irregularmente na avenida Djalma Batista, zona Centro-Sul da cidade, tiveram suas mercadorias apreendidas por fiscais da Prefeitura de Manaus durante ação realizada pela Secretaria Municipal de Feiras, Mercados, Produção e Abastecimento (Sempab) para coibir a prática do comércio informal ilegal. 

A operação, que teve apoio da Policia Militar do Amazonas (PM), iniciou na rua João Valério, no Vieiralves, onde a fiscalização apreendeu vários bancos e mesas de madeiras que estavam posicionados na calçada para a comercialização irregular. Um carrinho com tucumã também foi confiscado próximo ao local.

ambulantes-irregulares-djalma-02Em frente ao Plaza Shopping foram recolhidos uma caixa de isopor vazia e um sombreiro. Diversas capas e acessórios para celulares foram apreendidos de um ambulante que estava vendendo os produtos ao lado da passarela do Amazonas Shopping. Os fiscais também lacraram um lanche nas proximidades.

Reincidência

Segundo Ewanúbia Ribeiro, diretora do Departamento do Comércio informal da Sempab, a fiscalização já havia notificado anteriormente os ambulantes que estavam irregulares na avenida Djalma Batista para que saíssem do local. “Fizemos a apreensão dessas mercadorias devido à desobediência dos vendedores que insistiram em comercializar naquela área, mesmo depois de serem notificados e orientados a se retirarem de lá”, disse.

ambulantes-irregulares-djalma-03Os materiais apreendidos foram encaminhados para a sede da Sempab, localizada na rua Carvalho Paes de Andrade, nº 140, bairro São Francisco, zona Sul. Os ambulantes que tiveram as mercadorias confiscadas terão o prazo de cinco dias úteis para comparecerem à Sempab e dar entrada no requerimento, solicitando a devolução do material. Em caso de reincidência os produtos não são devolvidos.

Roberto Brasil