Amazonino reúne com Giuliani e traça parceria para segurança pública

By -

O governador do Amazonas, Amazonino Mendes, iniciou, na tarde desta terça-feira (19/12), as tratativas para uma parceria internacional na área de segurança, por meio de ações com uso de tecnologia, com um dos maiores especialistas no assunto do mundo, o ex-prefeito de Nova York (EUA), Rudolph Giuliani. O ex-prefeito ficou conhecido por reduzir em mais de 60% os índices de violência na cidade que é a mais populosa dos EUA, durante a implantação do programa “Tolerância Zero”, no período de 1994 a 2002.

 No escritório de Rudolph Giuliani, o governador ressaltou a importância da parceria para o combate à criminalidade em Manaus e, sobretudo, no estado do Amazonas. Amazonino destacou que, além de Nova York, as ações empregadas por Giuliani deram certo na Colômbia e Honduras, que contam com consultoria do ex-prefeito norte-americano.

“Nós viemos aqui preocupados com o avanço da criminalidade, tanto no nosso país quanto no nosso estado. Tivemos uma reunião técnica muito boa, com enorme alcance e com perspectiva de celebrarmos um contrato de ações em que toda essa tecnologia que deu extremamente certo, inclusive, recentemente na Colômbia, para ser aplicado em nosso país, e a porta de entrada será Manaus. Vamos combater a criminalidade em todos os aspectos, em todos os sentidos, com esse time, com essa marca de confiança, de sucesso, que é a marca Giuliani”, comentou Amazonino.

Giuliani e equipe têm desenvolvido projetos para combater a criminalidade em vários países. Na Colômbia, em cinco meses e meio, os índices de criminalidade caíram pela metade.  O ex-prefeito disse que seria um prazer trabalhar pela primeira vez no Brasil, iniciando pelo Amazonas.

Giuliani sugeriu atacar em três frentes: proteção das fronteiras; gestão dos presídios e punição e controle rígido dos criminosos de alta periculosidade. O projeto com um plano integrado de segurança da Giuliani Consultoria será apresentado semana que vem.

Integraram a comitiva amazonense, o assessor especial de Economia e Finanças, Samuel Hanan; o secretário particular do governador, major Otavio Junior, e o presidente da Empresa Estadual de Turismo (Amazonastur), Orsine Oliveira.

Roberto Brasil