Amazonas é o terceiro estado que mais avançou em transparência

By -

Governador David Almeida pediu melhorias na transparência do Estado, segundo controlador-geral

O Amazonas obteve a nota 8,88 na 3ª edição da Escala Brasil Transparente (EBT), ranking de cumprimento da Lei de Acesso à Informação (LAI) nos estados e municípios. Com esse resultado, o Amazonas aparece como o terceiro que mais avançou em transparência pública em 2016, com um crescimento de +7,49 se comparado a 2ª edição.  Apenas duas unidades da federação cresceram mais, o Mato Grosso e Sergipe.

Para o controlador-geral do Estado, Alessandro Moreira Silva, o avanço no ranking de transparência pública é resultado da prioridade e fortalecimento que têm sido dados para o acesso à informação. “O governador David Almeida queria melhorias na transparência do Estado. Com isso, a equipe da Controladoria começou a trabalhar num novo layout do nosso Portal, cumprindo todas as exigências da Leiam de Acesso à Informação”, acrescentou.

Apesar da melhoria, Alessandro afirma que o objetivo é alcançar a nota máxima, que é de 10, na próxima edição. “Vamos analisar quais foram os itens não cumpridos, solicitados pela CGU, para que possamos estar aprimorando ainda mais nosso Portal da Transparência.”

O uso de sistemas como a Rede Amazonense de Ouvidorias Públicas (Rede Ouvir-AM), que tem contribuído para o atendimento ao usuário em menor tempo, e do sistema e-SIC, que permite que qualquer pessoa encaminhe pedidos de acesso à informação, acompanhe o prazo e receba a resposta da solicitação realizada para órgãos e entidades do executivo estadual, foram essenciais para a avaliação.

Sobre a EBT – A EBT mede a transparência pública em estados e municípios brasileiros. A metodologia foi desenvolvida para subsidiar o Ministério da Transparência, Fiscalização e Controladoria-Geral da União (CGU) nas suas competências.

(Com Portal A Crítica)

Roberto Brasil