Amazonas compõe grupo que discute formulação do Plano Nacional de Segurança Pública

By -

Desde que foi inaugurado para a copa do mundo de 2014, o Centro Integrado de Comando e Controle do Amazonas (CICC) já elaborou 100 planos táticos e participou de quase 200 operações integradas de segurança.

A expertise, aliada ao fato de o estado ser um dos poucos que manteve operante a estrutura legada com o mundial de futebol, colocaram o amazonas em posição de destaque na elaboração do plano nacional de segurança pública.

Com o plano, o Governo Federal espera estabelecer um marco regulatório nacional de coordenação, comunicações, comando e controle de segurança pública, integrando todos os estados e Distrito Federal em ações de segurança que possam responder às demandas da sociedade.

O Secretário Executivo Adjunto de Gestão Integrada, coronel Dan Câmara, está em Brasília (DF) participando da construção das propostas.

A entrada do Amazonas foi solicitada pela diretoria de Operações da Secretaria Nacional de Segurança Pública (Senasp) ao vice-governador e secretário de segurança pública, Bosco Saraiva.

A medida é um reconhecimento ao trabalho realizado no estado e decorre da visibilidade alcançada com o i seminário de integração e interoperabilidade, que ocorreu durante a operação Enem 2017, realizada pela Senasp com a participação dos 26 estados brasileiros e Distrito Federal.

Roberto Brasil