AM defende a criação do Consórcio Interestadual de Estados da Amazônia

By -

A união dos estados amazônicos em prol do desenvolvimento da região foi a principal bandeira defendida pelos secretários do Amazonas durante o primeiro dia do 14º Fórum de Governadores da Amazônia Legal, que acontece até esta sexta-feira, 5 de maio, em Porto Velho, Rondônia. Durante o evento também foram tratados temas de interesse da região, como meio ambiente, segurança pública e comunicação.

O fórum começou nesta quinta-feira, 4 de maio, com secretários estaduais e assessores técnicos das áreas de Segurança Pública, Meio Ambiente e Comunicação Social. Durante todo o dia, o grupo debateu pautas específicas em três ambientes distintos do edifício Rio Pacaás Novos, sede do governo de Rondônia, no Palácio Rio Madeira, tendo como objetivo principal a criação do documento que dará origem ao Consórcio Interestadual da Amazônia Legal.

“O consórcio visa com que esses estados se unam e, de forma integrada e harmônica, busquem e realizem ações para o desenvolvimento sustentável na Amazônia. Hoje, às políticas de desenvolvimento estão muito isoladas e as vezes existe o retrabalho, projetos que são complementares, mas não existe uma força única nesse objetivo, então essa iniciativa vem ao encontro desse ponto, principalmente nas áreas de Infraestrutura, Segurança Pública, Ciência, Tecnologia e inovação e Meio Ambiente”, explicou o secretário de Planejamento do Amazonas, Jorge Junior. Segundo ele, o debate é muito importante, uma vez que cada Estado possui diversas particularidades.

Além do Amazonas e Rondônia, fazem parte do fórum os governadores do Acre, Amapá, Mato Grosso, Pará, Roraima e Tocantins. A área dos estados da Amazônia Legal equivale a 61% de todo o território nacional, o que levou os governadores a buscarem dar mais relevância à região no cenário nacional. “Esta iniciativa leva a Amazônia Legal ao papel de protagonista ao fortalecer a política institucional no contexto do desenvolvimento do país e das transformações globais em curso”, resume Cira Moura, secretária executiva do gabinete do governo de Rondônia. 

Elaborado e avaliado pelos procuradores dos estados, o consórcio será assinado pelos governadores nesta sexta-feira. O formato deve seguir o modelo do Consórcio Brasil Central, do qual Rondônia também faz parte, e está em pleno funcionamento com resultados expressivos.

Roberto Brasil