Aleam garante recursos do 13º e vai fechar o ano financeiro com equilíbrio, aponta Josué Neto

By -

13º salarioO presidente da Assembleia Legislativa do Amazonas, deputado Josué Neto, do PSD, descartou que a Casa tenha atrasado salários de servidores e adiantou que os recursos para pagamento do 13º salário estão assegurados.
Segundo o presidente, a Assembleia vai fechar o ano com as contas equilibradas, apesar da crise. Ele fez as declarações em função de notícias que circulam pelas redes sociais de que haveria atraso no pagamento aos servidores do Parlamento estadual.

Josué Neto esclareceu que, apesar da queda no valor do repasse do duodécimo feito pelo governo estadual à Assembleia, e o momento de crise que o país está enfrentando, o Parlamento não atrasou nem um dia o salário dos servidores este ano.

De acordo com o deputado, o pagamento dos servidores tem sido prioridade.

O presidente informou que apenas alguns fornecedores tiveram seus pagamentos atrasados em pelo menos um mês, por conta da queda na arrecadação, que vem sofrendo baixa entre 4 e 5 milhões de reais mensalmente, desde janeiro.

Conforme Josué Neto, o repasse mensal que em 2014 era de pelo menos 21 milhões de reais, caiu para os atuais 16 milhões.

O parlamentar informou que a Casa receberá, nos próximos dias, dois repasses de recursos, totalizando 12 milhões de reais. O primeiro, no valor de 7 milhões e meio, é relativo a royalties que o Estado tem direito por conta da exploração de petróleo e gás na Bacia de Urucu, no município de Coari. Josué Neto disse que o dinheiro será para pagar o 13º salário dos servidores do Poder Legislativo.

O segundo repasse, no valor de 5 milhões de reais, virá do Tribunal de Contas do Estado. Segundo Josué Neto, os recursos serão usados para pagar os fornecedores de produtos e prestadores de serviços.

Roberto Brasil