Agentes de endemias pedem que a FVS reveja demissões de 472 profissionais

By -
Segundo os agentes, muitos deles estavam nessa função há mais de 10 anos

Segundo os agentes, muitos deles estavam nessa função há mais de 10 anos

Representantes dos agentes de endemias da Fundação de Vigilância Sanitária do Estado do Amazonas (FVS-AM) fizeram um apelo ao Governo do Estado para que reveja as demissões de parte da categoria. O pedido foi feito pelo agente de endemia, José Nilson Rodrigues, em Cessão de Tempo concedida pelo deputado José Ricardo (PT), nesta terça-feira no plenário da Assembleia Legislativa do Amazonas (Aleam).

Segundo Rodrigues, os agentes estão sendo demitidos gradativamente, e a previsão é de que 472 agentes de endemias da FVS-AM sejam dispensados. “Queremos que o Estado avalie uma alternativa para essas dezenas de famílias. Muitos de nós estão nessa função há mais de 10 anos. Vai ser difícil arrumar outro emprego nessa área. Nós queremos que o Estado reavalie nossa situação”, afirmou. Ele disse ainda que parte dos servidores pegaram férias coletivas no início de abril e iriam retornar no dia 2 de junho, mas já receberam aviso de desligamento.

O líder do Governo na Casa, deputado David Almeida (PSD), informou que o Estado está cumprindo determinação do Tribunal de Contas do Estado (TCE) e do Tribunal de Justiça do Amazonas (TJAM) de dispensar os agentes de endemias admitidos em através de processo seletivo simplificado. Segundo ele, a liminar que autorizava o Estado a manter os agentes de endemias que ocupavam cargos temporários, foi derrubada, e o Estado não pode manter esses servidores irregularmente no cargo, sob pena de multa.

“Já foi realizado um concurso e esses servidores não conseguiram aprovação. No mesmo concurso outros 1,3 mil agentes foram efetivados. Mas vamos tentar uma derradeira alternativa. Vamos conversar com a Casa Civil”, disse Almeida.

Roberto Brasil