Adrenalina toma conta da reta final de campanha

By -

A 14 dias do primeiro turno da eleição suplementar para o governo, a corrida pelo comando do Executivo Estadual entra, a partir de agora, em uma fase frenética e de contornos imprevisíveis. Em curva ascendente, a campanha de Rebecca Garcia (PP) ficou na alça de mira do senador Eduardo Braga (PMDB). Amazonino Mendes (PDT), por sua vez, se prepara para novos ataques. O petista José Ricardo aguarda a vinda de Lula até o final deste mês, para turbinar sua campanha. 

Não bastasse o clima de adrenalina que passou a tomar conta dos principais candidatos ao governo, a sombra de uma eleição indireta ainda incomoda quem participa do pleito.

O advogado do Podemos, Eduardo Bonates, que defende a eleição indireta no STF, acredita em uma reviravolta em Brasília. A Arguição de Descumprimento de Preceito Fundamental (ADPF) do Podemos tem como relator o ministro Ricardo Lewandowski, que já suspendeu uma vez a eleição direta.

Eduardo Bonates embarca para Brasília na semana que vem para acompanhar o julgamento do recurso, que já tem parecer favorável da AGU e da PGR.

SIM&NÃO/PORTAL A CRÍTICA

Roberto Brasil