Acusado de matar PM se ajoelha na delegacia e pede perdão à mãe da vítima

By -

Dona Maria do Carmo abordou o suspeito, pediu que ele se ajoelhasse e pedisse perdão – Foto: Ana Sena

O ex-presidiário Lineker Araújo da Silva, de 25 anos, acusado de matar o sargento da Polícia Militar Marcos Aurélio Soares, de 52 anos, durante um latrocínio foi preso e apresentado na manhã desta segunda-feira (22), durante coletiva de imprensa na Delegacia Especializada de Roubos, Furtos e Defraudaçoes (Derfd), em Manaus.

Durante a apresentação, a mãe da vítima, Maria do Carmo, se aproximou do assassino e perguntou se o acusado estava arrependido do crime. Em seguida, Lineker se ajoelhou e pediu perdão à mãe do policial Militar, afirmando que o crime se tratou de uma tentativa de roubo e não uma morte encomendada como acredita a família.

O crime

Conforme a Polícia Civil, Lineker e Jaiara Araújo Silva mataram o policial dia 12 de maio deste ano, em uma lanchonete, na rua Pedras Corais, bairro Tancredo Neves, Zona Leste. Jaiara segue foragida. À imprensa, o acusado afirmou que está arrependido. Segundo ele, não sabia que a vítima era policial militar.

O alvo do acusado era o celular do policial, no entanto, o sargento reagiu ao assalto e acabou sendo baleado. *Em Tempo

Roberto Brasil