Ações vão combater exploração infantojuvenil no Carnaval

By -

FOTO.KARLA VIEIRA.SEMCOM_KV09772

A Prefeitura de Manaus começou, neste sábado, 23, as ações de Combate à Exploração Sexual Infantojuvenil e ao Trabalho Infantil, nas bandas e blocos de rua que acontecem na cidade. Com a campanha “Nosso Bloco Defende os Direitos de Crianças e Adolescentes – Viva o Carnaval da Paz e da Solidariedade”, a Secretaria Municipal da Mulher, Assistência Social e Direitos Humanos (Semmasdh) levou uma equipe composta por 25 pessoas para a Banda do Jangadeiro, no Centro, para orientar os foliões sobre os direitos de crianças e adolescentes.

As ações serão realizadas nas bandas com maior concentração de pessoas ou que tenham um potencial risco de violação de direitos. As equipes distribuem ventarolas, botons, cartazes nos estabelecimentos comerciais e barracas além de abordarem famílias que estavam com crianças menores de cinco anos. De acordo com o Juizado da Infância e da Adolescência, é proibida a permanência de crianças desta faixa etária em bandas e blocos carnavalescos. Crianças e adolescentes entre seis e catorze anos, apenas com os pais ou responsáveis.

“Nós viemos no ritmo da alegria para sensibilizar a população que os direitos de crianças e adolescentes precisam ser respeitados. Infelizmente, vemos que muitos pais estão mais preocupados com a diversão do que com as crianças e por isso a nossa ação se torna mais importante”, afirmou a secretária da Semmasdh em exercício, Mônica Santaella.

jangadeiro FOTO.KARLA VIEIRA.SEMCOM.KV00027

Conselheiros Municipais de Direitos de Crianças e Adolescentes (CMDCA) também participaram da sensibilização e abordagem às famílias. “Estaremos atuando junto à Prefeitura de Manaus em todas as ações. Os direitos de crianças e adolescentes precisam ser resguardados e somente com uma força conjunta nós conseguiremos ter um Carnaval de paz”, declarou Nazaré Andrade, presidente do CMDCA.

Para o vendedor João Rodrigues, que montou uma barraca de bebidas, o trabalho mostra a preocupação da prefeitura com a criança e adolescente. “Eu trabalho em bandas de Carnaval há mais de 15 anos e muitas vezes os próprios pais mandam os filhos vir comprar a cerveja. Agora, com o cartaz aí, eu mostro que não posso vender. Acaba facilitando o meu trabalho”, declarou o vendedor.

Os pais também aprovaram a iniciativa, principalmente pela divulgação dos números de disque denúncia. “Eu não tinha conhecimento do número de telefone para denunciar e nem sabia quem era o conselheiro tutelar da minha área. Agora fiquei sabendo e caso eu presencie algum caso, já sei quem acionar”, afirmou a dona de casa Magali Trindade, moradora do bairro Educandos. Além do Disque 100, que é nacional, o município tem dois números gratuitos: 0800 092 1407 e o 0800 092 6644.

A campanha de Carnaval segue até o dia 14 de fevereiro, data em que será realizada a última banda apoiada pela Prefeitura de Manaus. Além da presença nos desfiles das escolas de samba nos dias 5 e 6 de fevereiro, no Sambódromo, as equipes estarão na Ponte Rio Negro, Porto da Ceasa e da Manaus Moderna e na barreira da BR 174 e AM 010.

Mario Dantas