Ação de crédito irá liberar R$ 335 mil a comerciantes de Presidente Figueiredo

By -

Foto: Divulgação/PMPF

Comerciantes de diferentes segmentos serão beneficiados com o projeto Crédito Solitário, resultado de parceria entre a Prefeitura de Presidente Figueiredo e a Agência de Fomento do Estado do Amazonas (Afeam). A partir da iniciativa, serão destinados R$ 335 mil aos empreendedores locais.

De acordo com o assessor técnico do programa, Paulo da Silva Santos, a expectativa é de que o montante seja repassado aos comerciantes até o fim do mês. “O objetivo é que as atividades estejam concluídas antes da realização da Festa do Cupuaçu, para que os beneficiados possam desenvolver seus trabalhos conforme o planejado”, afirmou.
 
A ação de crédito beneficia autônomos que têm dificuldades em conseguir empréstimos. “O objetivo do crédito solidário é viabilizar a essas pessoas R$ 2 mil com juros zero e tendo dois anos para pagar e três meses de carência”, explicou.
 
O assessor destacou ainda que 500 pessoas foram atendidas e haverá uma nova avaliação, feita pela Afeam. “Os empreendedores atendidos passaram por uma pesquisa para sabermos se constam dos serviços de proteção ao crédito. Caso haja restrição em algum banco, a liberação de crédito não é aprovada. Se a restrição for de alguma loja de departamento ou telefonia, a dívida não pode ultrapassar R$ 1 mil”, detalhou. Ainda segundo Santos, o programa de crédito solidário foi voltado apenas para pessoas físicas. EmPresidente Figueiredo, os atendimentos já foram encerrados. 
 
Para o titular da Secretaria de Assistência Social e Cidadania (Semasc), Ariones Silva, a ação é positiva para a cidade. “A Prefeitura dePresidente Figueiredo está dando todo o apoio necessário para realizar os atendimentos aos comerciantes. E o mais importante é que todos serão beneficiados antes mesmo da Festa do Cupuaçu”, destacou.
 
Iniciativa – O programa da Afeam tem por objetivo de expandir o empreendedorismo dos comerciantes. Durante a ação, são atendidos autônomos de todos os segmentos com palestras, análise de documentos e de condição financeira para a abertura da linha de crédito. Caso tudo esteja em ordem, o interessado consegue a liberação do dinheiro ou financiamento para desenvolver sua atividade.
Roberto Brasil